RESPEITO

Posted by xXxPePexXx | Posted on 01:02

0


Julgas que podes fazer isto? Cuspir me na cara? Fazer me sentir desrespeitado? E dares te sempre como dono da razão? Julgas que passaste por mais que eu? Ou mesmo que o fosse que te dá o direito de me julgar de me tentar manipular? Mostrei te o fundo do meu ser e é assim que o utilizas para cuspir me em cima? Então deixa me não me voltes a olhar na cara, a solidão sempre foi minha companheira e ensinou me a curar as quedas mesmo sem apoio sempre levantei a cabeça, com custo admito, mas quem me pode julgar? Pelos vistos tu estás a tentar julgar me e é triste tão triste magoaste me da pior maneira possível a utilizar os mesmos jogos de palavras com os quais julgaste aquele monstro? Sinceramente! Deixaste me doente, enervado, desrespeitado! Se te querias afastar de mim existiam formas mais fáceis de o fazer do que repito CUSPIR ME NA CARA como se fosses um de todos os outros demónios que o mesmo o fizeram no passado! Não admito que me faças sentir assim, respeito aprende o que significa para mim deixa de pensar tanto em ti julgando me como se eu não tivesse passado por outro tanto, nunca me fiz de vitima perante os outros mas não significa que todos os dias não chore sozinho no meu canto quando todas as outras vozes se calam! Quando anseio por chegar a casa e dar um beijo na face da minha mãe que é a única linha que me impede de ficar órfão nesta merda de mundo onde quem batalha pelo bem nunca é feliz no final. Sou assim... e não irá mudar, sou orgulhoso pois, não o escondo mas é esse orgulho que sempre me deu rumo para continuar a lutar. É muito mau? Mas sou eu! Já estou habituado a dor! Mas não admito faltas de respeito acima de tudo vou sempre ser eu! E fizeste me chorar... bem... parabéns se querias tocar na ferida conseguiste mas sempre irei dizer... mais vale sofrer o mal que fazê lo. .

Talvez...

Posted by xXxPePexXx | Posted on 23:54

1



Finalmente,
depois de tanto tempo sem chorar
...

as lágrimas escorrem me pelo rosto,
talvez seja disto que preciso
ando a tentar fugir a realidade
sem o puder fazer.

Hoje tudo mudou
esta fragilidade
o cheiro da desconfiança no ar,
é disto que me ando a esconder?
Será que realmente algum dia irá mudar?

Será possível
que tudo continue na mesma
porque tanto gostam
de implicar comigo?

Talvez pelo facto
de não ser
o ideal de perfeição de um rapaz
tenho defeitos
e pelos vistos
é a única coisa que vêem em mim.

Tenho tanta dor entalada na garganta
e por algum motivo
não consigo deita las para fora,
não quero voltar
a cometer os mesmos erros do passado
não quero ser usado outra vez,
não quero mentir,
quero ser eu
sem ter que sofrer.

Tenho tantas saudades
de quem me adora e está longe
sem me puder dar um abraço
quando mais preciso
nestas alturas a saudade aperta
tanto que me deixa num estado tão frágil
tão perdido,
tão frio.

Se pudesse pedir um desejo,
pedia nada mais nada menos
do que ter todos os meus amigos
novamente perto de mim.

Não quero mais suportar
as dores que carrego comigo sozinho,
chorar sem ter um ombro amigo
com quem desabafar,

será que um dia alguém ira ver em mim
o que todos os que me amam vêem?
e me consiga dar
aquele pedaço que falta em mim?

Será que um dia vou deixar de desconfiar
e simplesmente fechar os olhos
e deixar me ir...

Voltarei a amar?
Talvez um dia
irei ser a metade que falta na vida de alguém
que nunca na vida me encontrou...

Caos

Posted by xXxPePexXx | Posted on 21:43

0


Acordei olhei em volta
e vi os moveis tombados,
um medo do perigo
invadiu todo o meu corpo
levantei me devagar
e caminhei até a porta,
olhei em volta
e vi um cenário caótico,
a porta aberta
como se um furacão tivesse passado,
um silêncio ensurdecedor,
não existia um único som,
saí descalço pelas ruas desertas,
sem pessoas
sem vida,
o vazio
vagueei por todo o lado,
as estradas desertas
tudo em volta em ruínas,
porque fiquei para trás?
o que se passa?
tantas perguntas
a invadirem a minha cabeça
sem ter respostas
para responder as mesmas,
e agora o que fazer?
Fugir?
Gritar?
Correr?
Para quê?
se tudo em volta é nada.
Oiço um leve bater
no meio de todo o silencio
que percorre as ruas caóticas,
parei escutei e senti
o meu coração bater,
o som leve é o único som
que se ouve em todo o caos...
Estou a ter um pesadelo?
Ou apenas estou a ver as coisas
como elas são
através da minha mente...
o cenário pintado
por todo o negro dor guardado cá dentro...
Todos os meus medos expostos a nu,
medo de ouvir um batimento cardíaco
e ser apenas o meu,
medo do vazio,
do nada.
De viver na sombra da solidão...
Caio sobre os meus joelhos
e choro
e choro até não ter mais lágrimas guardas
contorço me no chão
ao sentir uma dor que não dói
mas magoa,
magoa tanto,
não te deixa respirar
faz te gritar sem sair um som
e debato me por acordar
por me iludir com uma réstia de esperança
que me faça levantar e seguir em frente
mesmo sendo mais difícil do que nunca,
tantas quedas,
farto de cair,
meu corpo ferido de tantas ilusões
tantas mentiras e desilusões,
todas as marcas do passado
que calcam cada pedaço do meu ser
e me tornam num todo pedaço de nada
um quadro pintado a negro inacabado
a espera de alguma cor,
uma cor que me dê todas as sensações
que nunca pude exprienciar
quero começar de novo,
voltar atrás e não sofrer mais
não ter que crescer
quando tinha direito a ser criança,
porque me olho ao espelho e não consigo sorrir?
porque estou tão apagado?
Porque cheguei a este ponto de rotura?
Porque me sinto prestes a explodir?
Não quero sentir este frio,
não quero seguir sozinho,
não quero morrer aos poucos
como estou.
Porque me deixei enganar?
Porque não fugi quando podia?
Todos estes demónios
que vivem dentro de mim
e me roubam o prazer de me sentir vivo,
Choro sabendo que ninguém vai ouvir,
grito mas ninguém ouve,
procuro mas não encontro maneira de sair
deste labirinto em que chego sempre a um beco
onde vejo imagens de todos os momentos
em que me senti feliz e sorri,
onde está esse eu?
Já nem me lembro o momento
em que me perdi,
em que desaprendi o que é sentir,
em que deixei de acreditar no amor
e senti me rodeado por pessoas
que apenas me queriam mal,
afinal que mal fiz eu?
Por mentir uma única vez,
devo pagar por outros tantos males piores que existem?
Sem ter a quem pedir auxilio
é tempo de acordar e tentar viver
a réstia de vida que ainda conheço,
apenas sei
que todos os males que passei
fizeram me crescer de tantas maneiras
e ensinaram me que as mais simples coisas
teem um valor tão incalculavél
que muitas pessoas o esquecem
por vergonha,
futilidade
ou puro desinteresse.
Por aqui me vou debatendo
tento viver
dia após dia
em busca de razões para voltar a acreditar
e voltar a aprender o que é
realmente sentir...

Veneno..

Posted by xXxPePexXx | Posted on 17:08

0


Tão perdido entre pensamentos,
sem vontade de respirar,
envenenado por tristeza,
sentado na beirada da janela
vejo a chuva cair,
e as pessoas seguir o seu caminho,
algumas passam e olham o infinito,
outras esperam o amor da sua vida
ao virar da esquina...
outras um abraço amigo..
E eu, penso e penso
e tento...
Mas não consigo...
Chorar.
Como se o meu coração tivesse congelado,
deixei de sentir,
deixei de acreditar na vida,
perdi o meu norte
nos caminhos tortos da sorte.
E aqui fico esquecido sentindo falta de mim
De sentir amor.
Não sei porque me sinto tão triste,
talvez seja o facto de me sentir carente de afecto,
não encontro explicação
para todas as perguntas sem nexo que enchem a minha cabeça a todo o momento.
Um dia prometeram me o mundo
e deixaram me sem nada
nem mesmo as restias do meu ser
agora estou perdido em mim mesmo.
Se mereço passar por tudo isto...
Não quero mais viver.
Devo ser um monstro cheio de crueldade nos seus actos.
Errei!
já me culpei!
Agora pará!
Já chega de culpa.
Pois ninguém merece sentir se assim.
Alguma vez andaste sem destino?
Alguma vez estiveste num sitio sem nunca estar lá?
sentiste te sozinho quando rodiado de amigos?
choraste sem saber porquê?
Pois é assim que me sinto todos os dias,
vivendo esta Solidão Venenosa que me corroí e mata por dentro
Por favor deixa me gritar aquilo que sinto
pois eu não aguento mais.
Quero viver e não consigo achar forças
quero respirar e o meu peito aperta
as minhas mãos geladas limpam as lágrimas que escorrem
pelo meu rosto sem expressão.
Quero voltar a apaixonar me
encontrar alguém que complete o vazio em mim
me encha de sentimentos que em tempos me esqueci
alguém que me volte a fazer acreditar
voltar a sentir aquela sensação de beijar os lábios de quem amo
e o mundo esperar em silêncio...
o retorno do fôlego!
Fazer me sonhar,
Viver seguro
amar novamente...
sentir a magia num toque
um olhar que me faça sorrir daquela maneira tão inocente e pura.
mas os meus medos atormentam me
a insegurança envenena me
voltar a sentir o sofrimento do passado
com medo do que acontece no futuro
espero no presente inconstante
descobrir como será...
ser amado pela primeira vez...

Consciência

Posted by xXxPePexXx | Posted on 16:23

0


Consciência: Guardas as respostas
Dentro da tua mente
conscientemente, esqueces te
É a maneira como a mente humana funciona
Quando algo é demasiado
desagradável, vergonhoso para nós
para disfarçar, rejeitamos.
apagamos isso da nossa mente
Mas as marcas estão sempre lá
e sempre ficaram.
Não consegues livrar te delas

Eu: -A dor que me agarra O medo que me aperta Liberta vida em mim!

Consciência: -Numa complicidade mutua
Em vergonha tapas os olhos
Para esconde los da dor
que encontra caminho pela maneira que somos
não tenhas medo
quando a escuridão desaparecer
um novo dia irá quebrar o silencio
Gritando ao teu coração
O amor que não sentes irá voltar
E faço lo por ti
antes de tentar encontrar
a verdade no teu tempo final.
Não é suposto tentares viver a margem da verdade
E sentes te só, e
não estás acompanhado.
É pura verdade.
Mas acredita
Sentado a teu lado
alguém irá ouvir te respirar
E a vida que corre dentro de ti
irá arder no corpo de quem te amar
Espera e fala
de amor sem precisar de palavras
diz me que irás sobreviver
E iras dar a vida por alguém
Não te apagues
diz que te entregas
pois sei que não consegues
aguentar novamente tudo sozinho.

Eu: não estou sozinho?

Consiciência: Não! NUNCA!?
mas as marcas estão sempre lá,
nada é completamente esquecido.

Eu: Perdoa me então, não me odeies... porque eu sei que um dia morrerei se o meu amor morrer de novamente!

Dizer não...

Posted by xXxPePexXx | Posted on 22:13

0


O vento sopra me ao ouvido e diz me que a tempestade está a passar, será possível que passado tanto tempo esteja a acordar do sono profundo em que vivo constantemente? Desenterrado aquela réstia de felicidade da qual me havia esquecido onde a tinha perdido ou o porquê de me ter esquecido de sorrir, dá qual não me lembro sentir, e estranhamente não sei o que sinto, o meu corpo fica dormente como se aprendesse de novo cada pequena e nova sensação, como se renascido das cinzas torno me chama novamente e ganho vontade de ser eu novamente um novo eu, mais forte com a cabeça limpa de todas as magoas, e feridas abertas, e agora sinto que alguém pudera estar a minha procura e não quero ter medo, quero fechar os olhos e sentir me seguro, por enquanto sabe bem, sem conseguir explicar mas faz me sentir bem, faz me sentir vivo, será mesmo que alguém se preocupa? Tenho medo de reviver a perda ou a dor de ser enganado como tantas vezes no passado peço por tudo então para que não me engane, para que não me desiluda.
CHEGA de lágrimas, sinto as forças voltarem e ninguém me vai derrubar, tenho medo de me descontrolar e soltar o meu lado negro vingativo cheio de ódio e rancor do passado, tento redirrecionar toda essa raiva para bom proveito como força, como auto confiança, sei que consigo e vou andar contra a tempestade até alcançar porto seguro, de 1 a 100% de toda a essência do meu ser. Chega de solidão, chega de viver na escuridão destas quatro paredes ... Enche me de vida...não me deixes cair... Tenho vagiado sozinho sem rumo tanto tempo, que cheguei a acreditar que me tinha perdido, separado em tantos pedaços que cortam a minha pele e fazem sangrar as dores do que passei e da pressão que senti, dos dias em que tenho vontade de não respirar mais. Sem conseguir sair desta queda sem fim em direcção ao esquecimento... Não quero mais ficar fechado dentro de mim, não me quero esquecer como é saber o que é o amor, e o que significa a união que o mesmo representa, mas pergunto me, não irei conseguir dizer não? Quando golpear o meu coração será que ele vai sangrar novamente nas mãos de quem venha a amar, será que não vou conseguir dizer que não? Irei deixar que me torturem lentamente, vivendo um sonho em que não respiro mas não deixo de sentir? Serei suficiente para alguém? Bebo toda a decadência dos que amam em sofrimento, e voltar a perder me sem sequer me importar, sem conseguir dizer não, deixarei me levar sem conseguir deixar de sonhar quando tanto sofrimento poderei passar, e espero sozinho que a chuva caia sobre mim e me encha de vida pois não me consigo agarrar a mais nada... Serei suficientemente bom para alguém me amar de volta? Não quero voltar a sofrer... Portanto tem cuidado com o que me pedes pois eu não sei se serei capaz de dizer não...

Fraqueza

Posted by xXxPePexXx | Posted on 22:39

0


É triste estagnar no tempo, não tenho inspiração, quero deitar para fora o que sinto mas não sinto nada, deixei de sentir, parei no tempo vivo os dias em branco não penso, não saio de casa não vejo a luz, vivo na escuridão do meu próprio mundo um mundo feito de barreiras invisíveis contra as agressões exteriores, vivo quase como apenas por instinto, não me lembro de pensar que tinha que me levantar, sem motivação sem paixão, afastado de tudo e de todos afastado do mundo, neste momento vivo num mundo só meu onde a minha mente vagueia no nada e o meu corpo no mundo dos mortais é apenas um boneco nas mãos do inconsciente, e sou como uma bomba relógio cheia de emoções prestes a explodir se sair do meu forte construido de tetos de vidro, deixei de me sentir importante para as pessoas, quando todos pensam que estou bem pelo contrario, estou tão perdido em mim mesmo que não sei o que fazer a seguir não sei se chore ou se grite tudo o que sinto ao mundo, estou a ficar cansado de esperar de ser ninguém estou a perder as forças para continuar, só não sei porque fiquei esquecido... Sinto saudades de sorrir, saudades de ter vontade de viver, divertir me, passear, sentar me a beira mar e olhar o infinito esse infinito onde me perco vezes e vezes sem fim, tanta pressão, tanto ódio a minha volta, não quero fraquejar e perder o pouco rumo de continuar, preciso de forças... As pessoas perguntam me se quero estar com elas e eu respondo que sim mas depois... não consigo sair desta prisão, acabo por me fechar, invento uma desculpa e fico no vazio, na segurança do meu espaço, não o faço com vontade de querer ficar mas porque não consigo?! não sei porquê, penso que só eu posso sair deste estado negro, não me quero habituar a solidão, não quero chorar ao ver um simples filme em que alguém é acarinhado onde alguém é admirado pela sua maneira de ser, odeiem me se assim o sentirem, mas se me amam não me deixem ir, não quero ser protagonista num drama onde morro no final, e como pode existir tanto ódio dentro das pessoas? Quero tanto ser feliz, quero ter aquilo que me faz falta e não encontro nem sei o que é sequer, tenho medo de não ser capaz...

Leve, escuro e sem sonhos
Muito abaixo dos meus pesadelos
A solidão
Eu odeio me
Por respirar sem amor
Eu não quero sentir mais nada por amor...

Na Mira

Posted by xXxPePexXx | Posted on 00:25

1


CHEGA! Chega de dedos a apontar, falatorios e fofoquices mesquinhas. Hoje vesti o meu fato de ferro e NINGUÉM vai passar! Hoje sou forte e ninguém me vai magoar. Cansei de me auto massacrar de parar de falar com medo de não ouvir, já ouvi analisei, aceitei, auto critiquei e avancei... Uma nova vida, uma nova forma de pensar, ao fim de contas ainda bem que tudo aconteceu por fim, o pior de tudo é ter arrastado uma amizade no enredo negro da mentira e consequentemente a ter perdido, mas não posso pedir perdão nem passar por vitima, nunca fui bom a desempenhar esse papel, simplesmente sei que algo feio estava dentro de mim algo que não era eu tal mal que absorvi de toda a falsidade das pessoas que me rodeavam directa ou indirectamente quando isso representa algo que vai contra os meus próprios princípios morais.
O ser acaba por ser uma esponja nas almas que passam por períodos de fragilidade, todo o mal, tudo o que vai contra o errado fica para trás e o inconsciente fala mais alto e a alma muda, é como se o corpo continuasse lá mas algo paralelo a mente funcionasse em simultaneo, empurrando todos os demónios para fora da sua prisão. Tudo isso fica lá atrás a partir de agora é seguir uma nova vida, critiquei me até não puder mais, conversei comigo mesmo vezes sem conta, e não preciso de pena ou misericordia, só quero que caminhem comigo todos aqueles que acreditam e não me julgam, todos aqueles que ouvem e não pensam o que ouvem mas sim o que sentem e vêem em primeiro plano, neste momento a minha alma é frágil, a muito tempo que o é mas sempre me rodeei de defesas para essa mesma fragilidade não ser afectada, pelos vistos agora vejo que essas mesmas defesas não foram as melhores... e tinham falhas onde o inconsciente falava mais alto que o bom senso, mas agora não estou a rodear me de defesas do passado mas sim a reconstruir me e proteger me para os tempos difíceis que se avizinham, desta vez acredito que tudo irá tomar o rumo certo, estar encostado a parede não é bom de todo, mas o melhor é o sabor de admitir o erro e seguir em frente corrigindo o. Como se na mira senti me durante um período de tempo, agora chega, dispenso a constante lembrança do passado próximo em forma feia de apontar o dedo, eu mesmo trato de relembrar tal assunto sozinho todas as manhãs de todos os dias, enterrei os demónios e voltei a ser eu novamente sem necessidiade de esconder nada.
Concluindo
- Olá sou o Pedro estive na mira de um erro e sobrevivi, para contar a historia. Hoje deixei cair a mascara forçada pelo inconsciente, e sinto me bem, aliviado. ACABOU, de agora em diante é caminhar pelo longo caminho da vida, e manter a minha consciência e a de todos aqueles que me querem bem como aliadas do meu ser e erguer a cabeça face a um novo dia.

Atrufio

Posted by xXxPePexXx | Posted on 23:57

1


Os dias passam, e o dilema continua, estou estagnado no tempo e não consigo avançar nem voltar atrás, como se perdido caminho por todos os caminhos que conheço mas sempre com o olhar perdido no espaço perdido em pensamentos as feições da minha cara mudam fico pálido sem expressão simplesmente vagueio nos meus pensamentos e sinto me numa queda sem fim que tem de parar, as horas parece que queimam o meu corpo ao passar e sinto os dias a passarem me ao lado, os dias que não podem ser recuperados pois todos caminhamos em direcção a morte, e por isso mesmo tenho que regressar a vida, voltar a sorrir e sentir um calor reconfortante dentro de mim deixar de andar a margem, no fim de contas o que me deixa assim é a solidão dos momentos e o saber que aqueles que amo cada vez estão mais longe e outros deixam de me falar sem motivo aparente, dói imenso especialmente quando são aqueles que estão mais perto e com os quais posso conviver e guardar momentos na caixinha das lembranças da minha mente mas tudo parou, ninguém me fala, mas muito se fala de mim, dizem que faço mil e uma coisas das quais nem a minha imaginação era capaz de fermentar tais historias mas tudo isso já me passa meio ao lado visto que sei que não é verdade pois afinal ainda sou dono do meu ser, fama de Casanova e de quem leva um estilo de vida boémio, fico abismado, muitas das vezes quem me dera ter alma de Casanova para conquistar uns quantos bom bocados que vi algumas vezes mas... não, quem me conhece sabe que não tenho esse espírito, estou sempre no meu espaço e espero sempre que me venham abordar para realmente revelar um pouco do véu, isto se a timidez deixar, e depois o estilo de vida boémio, confesso que adorava ter pois adoro sair e andar na farra mas não tenho nem dinheiro nem com quem viver esse estilo, pois sair sozinho sinceramente não faz o meu género embora tenha paciência de santo, paciência para esperar sozinho não tenho muita. Mas enfim vivo uma fama de alguém que não sou enquanto estou fechado entre quatro paredes ao menos sinto me importante (risada), já não posso dizer que se morresse ninguém iria falar de mim pois visto que se realmente estivesse continuava por aí em mil e uma aventuras, mas a verdade é que caminho sozinho e quando chego a casa a cama continua vazia e o silencio continua a ser o mesmo do dia anterior talvez não seja assim tão mau, afinal não estou mal nem sobre stress ou algo do género é só mesmo a solidão e a monotonia das horas dos dias passados entre quatro paredes, cá vou esperando e vivendo neste atrufio de pensamentos.

Saudades de me sentir assim...

« Já conseguiste alimentar um amor apenas com as mãos ?
Fechar os olhos e confiar, apenas confiar ?
Já jogaste um punhado de brilho no ar ?
Já olhaste assustado e disseste eu não me importo ?

É apenas a metade do ponto em que não tem mais como voltar
A ponta do iceberg, o sol antes do calor
O trovão antes do clarão, a respiração antes da frase
Já te sentiste assim ?

Já te odiaste a ti mesmo por ficar a olhar o telefone?
A vida inteira a espera de uma pergunta para provar que não se está sozinho
Já foste tocado tão gentilmente que tiveste que chorar?
Já convidaste um estranho para entrar ?

É só metade após o ponto de esquecimento
A ampulheta sobre a mesa, a caminhada antes do prazo
O suspiro antes do beijo, e o receio perante as chamas
Alguma vez te sentiste dessa maneira?


Já desejaste uma noite sem fim
Lassaste a lua e as estrelas e prendeste bem forte?
Já ficaste sem fôlego e perguntaste a ti mesmo: poderá algum dia ser melhor que esta noite?
»

Passo a Passo

Posted by xXxPePexXx | Posted on 01:03

0


'This is the way that we love, like it's forever, then live the rest of our life, but not together...'

O que é o amor afinal de contas? Supostamente não é algo bom? Então porque dói tanto? Porque queima e deixa ferida? Tantas as vezes e tantas as mentiras em que caí... em que me perdi. Como posso voltar a acreditar em algo que sempre que me sinto feliz e penso ter, subitamente alguém puxa o tapete e volta tudo ao mesmo! Os medos os receios etc. Inseguro? Eu? Talvez...Ou talvez não, mas também o que querem mais de mim? Também tenho sentimentos não sou o super homem que gostaria de ser (mas vou sonhando), também me sinto magoado (e não é pouco) e as minhas feridas pelos vistos não saram ao mesmo tempo que as feridas dos outros, não as minhas doem a toda a hora, queimam e gostam de ficar como se todo eu, fosse feito de vidro fino prestes a estalar ao mínimo toque... E não, não me estou a fazer de vitima, mesmo que estivesse seria um pouco irónico pois quem é que se iria importar? Lá está... ninguém, nem os diálogos com a parede são dignos de resposta da parte da mesma, ao menos ela ouve e não faz caretas como se a tentar dizer que não devia pensar assim, ela ouve mas não responde e preciso de respostas... urgentemente, estou a dar em doido os meus dias teem sido tudo menos dinâmicos, levanto me bem cedo, arrasto me para as aulas volto para casa e fico no sofá a olhar o vazio, vou ao computador, perco minutos de vida com redes sociais e depois deito me. E no dia seguinte... Vou viajar pelo mundo, correr, rir, conviver!! NÃO... é mesmo a rotina do dia anterior repetidamente todos os dias à mesmas hora nos mesmos sítios a ver as mesmas caras e as mesmas pessoas, e o pior de tudo é ter que aturar 'bocas' de pessoas que falam de mim como se me conhessesem eu ignoro, não dou importância mas magoa me imenso, nem sei porque me deixo afectar por essas coisas mas também onde posso ir buscar forças para ser mais forte?.. Pois... lá está, sei que não sou velho, mas exactamente por isso não quero estar parado, quero viver conhecer pessoas culturas, lugares etc... Mas tudo isso é impossível sem motivação e não a consigo encontrar... Aguardado sentado aqui no meu espaço entre todos os meus embaraços, pé ante pé vadiando entre pensamentos, sonhando com o dia em que, eu, menino homem voltarei a sorrir e a acreditar que talvez tudo não seja feito de ilusões talvez eu possa estar errado entre todas as minhas certezas, e consiga talvez ver passo a passo que na verdade tudo não seja tão negro e cinzento para os lados do meu coração

Try

Posted by xXxPePexXx | Posted on 01:58

0


«All I know
Is everything is not as it's sold
but the more I grow the less I know
And I have lived so many lives
Though I'm not old
And the more I see, the less I grow
The fewer the seeds the more I sow

Then I see you standing there
Wanting more from me
And all I can do is try
Then I see you standing there
Wanting more from me
And all I can do is try

I wish I hadn't seen all of the realness
And all the real people are really not real at all
The more I learn the more I cry
As I say goodbye to the way of life
I thought I had designed for me

Then I see you standing there
Wanting more from me
And all I can do is try
Then I see you standing there
I'm all I'll ever be
But all I can do is try
Try

All of the moments that already passed
We'll try to go back and make them last
All of the things we want each other to be
We never will be
And that's wonderful, and that's life
And that's you, baby
This is me, baby
And we are, we are, we are, we are
Free
In our love
We are free in our love»

O invisivel

Posted by xXxPePexXx | Posted on 01:10

1


Transparente, pequeno, hoje saí e fui ver teatro com 'pessoas amigas', pessoas amigas? Não sei.. não sei o que se passa comigo é como se não pertencesse ali, um mundo que não é o meu! Mas então qual é o meu mundo aquele que faz com que todos os outros até agora pareçam tão errados? Tão vazios, O Invisível é como me sinto pois só sozinho isolado do mundo é que me sinto normal e me parece ser o certo, mas não é isso que quero! Perdi a cor, já nem sinto o calor ou o frio, os dias são enormes pois o resto é o todo e o vazio, o que antes era agora é apenas pó, são os segredos no assobio do vento ou as palavras e promeças escritas na areia levada pelo mar, não sei mais no que pensar, ao que me agarrar, tenho medo de deixar de lutar pois sinto vontade de parar, quero falar sobre o que sinto mas não consigo... também ninguém pergunta pois no fundo todos pensam que estou bem, mas não consigo deixar de ser O Invisível sinto me mal só de pensar em falar sobre as minhas magoas a todos aqueles que amo e estimo, sou O Invisível aquele que sofre em silencio sem ninguém saber, se ao menos conseguisse estagnar a dor, pois estou a morrer aos poucos já não me sinto (eu) sinto que sou o pó de alguém que outrora estava lá e agora simplesmente já não está, e a casa fala por mim, a roupa pelo chão a cadeira tombada as marcas de choro na madeira do chão do quarto a cama do avesso a almofada ainda molhada pelas lágrimas do dia, tanta dor cá dentro guardada que já me transforma já me arranha e grita para sair! Mas não posso... não consigo, não sei como o fazer, e para quem me virar? Pedir ajuda não faz o meu género, orgulho feio mas que coabita comigo, não sou perfeito nunca o fui nem me sinto, neste momento estou partido e ninguém há de querer juntar os cacos dos sentimentos desfeitos é um trabalho que tenho que recorrer a mim mesmo e juntar forças... ou tentar. E vou esperar enquanto a chuva fria me percorre o rosto que me devolva a cor e o calor para deixar de ser o triste o pó O Invisível.

'Mal me Quer Bem me Quer'

Posted by xXxPePexXx | Posted on 21:01

0



E a solidão bate a porta novamente, arrancaram me o sorriso tremule nos lábios e choro sobre os lençóis brancos coberto com o cobertor no escuro, tanta gente a minha volta mas sinto me tão vazio... tão esquecido.... porquê pergunto, não posso mais, não aguento o frio gela me os braços e sei que não vou ter ninguém para me aquecer nas noites frias a não ser um chá um cobertor e musica até adormecer, mas porquê? Porquê tão esquecido? Será que mereço estar a passar por tudo isto não que eu me queixe de estar solteiro mas nem sequer me consigo divertir é como se a alegria dos momentos para mim tivesse desaparecido... e ali fico sorrio mas no profundo dos meus olhos negros estou perdido naufragado numa dor muda e silenciosa começo a pensar que talvez ninguém se sinta feliz perto de mim pois acabo sempre por levar em troca uma chapada psicológica... tão perdido sem puder pedir ajuda, sem ter com quem falar sem causar um ciclo de falatorios que não gosto pois magoam me e deixam me nervoso, tenho as mãos frias os pés cansados e a boca tapada quero gritar sem parar mas não posso, não gosto de ser aquele que sofre em silencio sem ninguém saber, aquele que sorri mas por dentro está em ruínas aquele que quer amar e não consegue achar nova definição para a palavra, o rapaz que se senta na beirada da janela a ver a chuva cair e chora na esperança que a chuva lave as magoas que guarda dentro do peito, ou aquele que no inverno ergue a cara ao sol fraco na esperança de sentir o calor semelhante ao de um abraço. Porque sofres perguntam me... não sei responder ou talvez tenha medo de tocar nas feridas e que perca a força nas pernas e deixe todos os demónios e mal guardado sair, toda a dor causada por pessoas que passaram e deixaram fogo em vez de agua, causado por todas as vezes que menos falei quando mais necessitava de gritar, as demais vezes em que me entreguei as pessoas e fui usado pisado e cuspido fora, parece cruel mas é o que sinto se não for porque me sinto assim? Porque não me sinto feliz? Tudo parece tão frágil e sinto me como se a atravessar um abismo num fino fio de nylon prestes a quebrar.
Meu peito aberto, meu coração fraco magoado continua a bater lentamente como se adormecido a espera de alguém que olhe para mim daquela forma apaixonada que faça as minhas pernas tremer e sentir me amado como nunca o fui antes, pois no fundo... ninguém sabe que por vezes choro a não ser eu, ninguém gosta de perder a sua voz interior a que costumava ouvir depois de tudo ruir a minha volta. Agora luto por cada pedaço de mim, quero voltar a brilhar e ter toda a força que tinha, lutando a cada dia e avançando devagar a cada dia por um futuro desconhecido mas que desejo que seja ao menos um futuro onde me veja a sorrir de felicidade a sentir me quente novamente reconfortado pelo carinho do amor nos braços de 'alguém que veio ao mundo para me ver e que nunca na vida me encontrou'.

Mau Humor

Posted by xXxPePexXx | Posted on 23:24

0


Estou de mau humor, ou como se costuma dizer de 'trombas', porquê? Não sei bem talvez por estar meio mal disposto ou por causa do calor.. sinceramente nem sei, é daqueles momentos que a ultima coisa que me apetece fazer é falar com quem quer que seja pois sei que não vou ser muito doce, e se a pessoa teimar que estou a ser parvo em falar de forma mais fria ainda mais mal humorado fico, não é normal ficar assim muitas vezes mas hoje deu me para isto, se calhar o facto de estar fechado dentro de quatro paredes começa a afectar me o sistema nervoso, mas sair para quê? Ou melhor... com quem? Alguns amigos de ferias outros ocupados e alguns incontactáveis por motivo desconhecido, então cá fico depressivo a comer bosta comercial, ou devo dizer TV? Já cantei, já dancei, chorei e até já berrei mas a lista de poucas coisas a fazer dentro de quatro paredes está a terminar... É claro que existiria outra lista se fosse 'estar a 2 dentro de 4 paredes quem diz dois diz mais' é claro que digo isto sem carregar nenhuma carga negativa na expressão ou qui ça até não, noto diferença quando escrevo de mau humor, normalmente os textos teem uma carga mais sentimental mas hoje não consigo... Estou irritado com as pessoas, é claro que não digo nada para não criar tensão negativa nem climas de dramas pois a minha paciência não abrange dramas mesquinhos, é exactamente por isso que me chateio, por algum motivo as pessoas que não me conhecem de lado algum e muitas delas nunca me dirigiram a palavra nem vice versa tendem em inventar coisas sobre a minha pessoa falar mal, enfim não entendo qual é a intenção? Será provocar me? Testar me? Independentemente da resposta... porquê? Qual é o interesse em mim que ainda não entendi bem? Sinto me o inimigo publico sem ter feito nada, o que não é agradável pois o meu lado pacifico começa em negociações com o meu lado agressivo e tempestuoso e o resultado não é agradável quando sai a ultima vez que me lembro de ver o meu mau humor aliado ao meu lado negro foi a um ano atrás quando alguém me magoou tanto que cheguei a sentir ódio e por sorte a pessoa não estava a minha frente pois eu só pintava um quadro negro desse encontro, e outra vez, quando era novo, em que um rapazinho do colégio decidiu dar me estaladas até eu chegar ao limite e deixa lo a sangrar do nariz e do lábio... Ok também não é razão para ter medo, só aconteceu 2 vezes em 18 anos portanto não é grave mas tenho um pouco de medo desse meu lado negro que sinceramente não me dá gozo nenhum mas também não o vejo muitas vezes, daí tentar evitar confusões e dramas, não me considero má pessoa embora não tenha que ser eu a julgar isso os meus valores morais dizem me que não o sou, mas as vezes ponho me a pensar, afinal de contar para quê ser boa pessoa? Devo ser anormal ou algo do genero pois quem me conhece a primeira vez e não fala comigo fica com impressão que sou «fútil», «engatatão». Hm... Ou se trata de um estereótipo que não sei bem qual é ou então não consigo entender, talvez seja por me sentir bem comigo mesmo que nem sempre acontece mas mais do que antigamente, será que isso é assim tão mau? O que será que alguém tem haver com isso se não o ouve da minha boca nem da dos outros porque sei que não o digo. E depois.. «engatatão»? Onde? Eu que conheço tanta gente adepta das chamadas 'curtes' e não as julgo pois são as escolhas de cada um, quando toca a mim o 'disco' muda já vi rapazes terem mais que 4 curtes numa só noite, agora das poucas vezes que alguém me viu beijar alguém é um escândalo, é logo um aparato de comentários e fofoquices, irrita me ao extremo. Não pelo simples facto de alguém comentar mas sim do ninguém tem nada que meter a boca na minha vida se não o faço aos outros e se nao estou a mal tratar nem ofender ninguém, deixem me em paz. Isto acontece e eu ignoro mas lá chegará o dia em que o caldo ira entornar, espero que não, só quero sorrir e divertir me e que as más línguas me larguem a breguilha pois longe vão os dias em que a paciência tem limites.

Beijo

Posted by xXxPePexXx | Posted on 04:49

0


Beijas me
fugozamente
violas me
carinhosamente
perturbas me
docemente

Entras
de mansinho
Evoluis dás me
carinho.

Bruscamente
penetras me
mentalmente.

Conheces me
pelos passos
despedes te
num abraço.

Cá dentro fica...
o desejo
e o gosto...
do beijo

Resto

Posted by xXxPePexXx | Posted on 04:38

0


Perdido
Desligado
entre fios emaranhados
sozinho
fechado.

Encolhido num retrato
um retrato de vultos
vidrado e condenado
a uma espera sem hora
vejo te no retrato ao longe
e eu sentado olhando
o profundo infinito
das magoas no meu peito.

Meus olhos carregam a dor da saudade
minha mente vazia aguarda
alucinando pelo regresso
e sinto medo
e tremo ate a ponta dos dedos
medo do escuro,
da cama fria
das vozes mudas
medo de não chegar.

Preenche me de vida
faz me sentir novamente
completo...
pois neste momento
sou o resto
de algo que fui
perdido, esquecido
parado no tempo.

Menino perdido

Posted by xXxPePexXx | Posted on 03:40

0


A noite chegou mais uma vez, e cá estou sentado na beirada da janela a olhar o céu estrelado e a lua no céu a brilhar, hoje vi o sol a desaparecer no mar sentado na areia, só ouvi o som do mar e não pensei em mais nada que não fosse o quão sozinho me sinto, senti a areia nas minhas mãos e lembrei me de como tudo é efémero um dia tudo se tem no outro desaparece como grãos de areia levados pelo mar, lembrei me de ser feliz de sorrir e sentir me protegido, de saber que existe alguém que me completou, depois lembrei me do quanto tenho sofrido e as lágrimas começaram a escorrer, não entendo, não sei onde errei nem porque o caminho se tem revelado tão brusco, não consigo confiar em alguém novo na minha vida mas ao mesmo tempo sinto falta, de um carinho de um olhar que me transmita tranquilidade, afinal é uma das coisas que mais quero sentir paz de espírito, tranquilidade, viver a minha vida com um sorriso nos lábios, aquele sorriso só meu que só aparece de vez em quando mas do qual me lembro ter sempre no passado. Reflecti sobre a vida, e tudo o que se tem passado, espero que esta fase de confusão passe depressa não quero desperdiçar um segundo do que podia aproveitar tão bem de inúmeras maneiras com aqueles que amo mas não posso ter por perto. Sinto me numa queda sem fim a espera de alguém que me estenda a mão, mas tenho a agradecer a um amigo tão puro e verdadeiro que julgava nunca mais encontrar um amigo assim na minha vida, e quando senti aquele abraço de amizade senti que afinal não preciso contar apenas comigo fez me lembrar o quão abençoado sou por ter na vida amigos verdadeiros tão bons não são muitos mas o que importa?! Seres humanos tão fenomenais que estão sempre lá com um concelho um abraço uma palavra amiga um sorriso, lembrei me que quando sorrio ao lado de qualquer um deles sinto me bem é reconfortante saber que temos alguém para toda a vida e ao lembrar das memorias construídas pouco a pouco, fico com um sorriso na cara rasgado de emoção, sinto falta desses momentos, tenho que despertar o meu ser e voltar a estar inteiramente bem comigo novamente, pegar nas peças que ficaram espalhadas depois da tempestade e voltar a reconstruir me emocionalmente, pois agora sinto uma vontade de chorar sem saber o porquê mas sinto que está aqui preso acumulado, preciso do apoio daqueles que me amam, andei a pensar durante tanto tempo que aguentava tudo sozinho mas chega, quero viver quero esquecer a magoa e sorrir um pouquinho, quero sair e divertir me, quero ser normal quero sonhar novamente quero voltar a encontrar o menino perdido que andava com a cabeça nas nuvens cheio de ideias e pensamentos, desejoso de aventura e de viver a vida, dançar, cantar, olhar o mar, vou voando... em pensamentos até um dia encontrar esse menino que ainda está vivo bem guardado no meu peito.

Sinfonia do Silencio

Posted by xXxPePexXx | Posted on 21:42

0


Oito dias se passaram desde que fiquei sozinho,
e quando a porta se fechou e o silencio encheu
a sala, cozinha os quartos vazios,
senti o maior dos meus medos a correr me nas veias
a apoderar se de mim,
solidão
caminho no chão frio descalço na escuridão,
toco a parede com a ponta dos dedos
enquanto percorro a casa
a espera de sentir algum conforto...
Quero parar isto,
quero me sentir vivo,
quero sorrir novamente,
quero parar de pintar os meus textos de negro,
quero ser feliz,
não entendo porque tenho que ser menino homem se ninguém dá o devido valor,
quero deixar de me sentir assim,
até lá aguento me nesta sinfonia do silencio onde o som não existe
onde o sentimento que reina é a solidão,
porque sinto este frio?
quando tenho tanto calor a dar..
Esta dor é demasiado real...
Eu já não sei o que é sentir amor,
não sei o que é sentir me amado...
e não sei explicar porque me sinto assim
porque o sinto todos os dias
e vejo me cometer o erro de ficar parado viver esta sinfonia do silencio
que só me faz sofrer,
que me deita abaixo.
e da qual quero fugir mas não sei quando devo começar a correr
Para onde?
Em direcção a quê?
Os meus sonhos perdidos
estou a perder a cabeça,
quero encontrar o meu lugar,
talvez se me for embora daqui...
se aceitar o novo começo,
num novo pais será que me vai ajudar?
o sei...
simplesmente não sentiria paz de espírito
sabendo que deixaria aqueles que amo para trás
sabendo que as coisas não estão bem.
(-as lágrimas vão escorrendo-)
não quero suportar este peso sozinho...
quero me sentir importante para alguém
quero ser o pedaço que falta a alguém
e despertar a outra metade de mim que espera em silencio.
Desta vez não me calo
pois não o direi muitas vezes
não sei mais o que é certo,
olho me no espelho e cada vez que o faço
eu sei que que consigo fazê lo
mas não encontro forças..
Desisto desta sinfonia do silencio
agora é tempo de procurar o meu ritmo
a sinfonia da minha vida!
Porque neste momento é esta musica que toca..


'Eu lembro me quando o meu coração se partiu
Eu lembro me de quando eu desisti de te amar
Eu lembro me de quando perdi tudo
Eu lembro me quando gritei que sentia ódio
Não existe mais nenhum lugar para ir
Mais ninguém para converter, não
Para o resto da minha vida eu prometo para mim mesmo
Que vou amar me primeiro acima de tudo.'


Lado Negro

Posted by xXxPePexXx | Posted on 04:03

1


Farto, já chega! Chegou a hora de perguntar, mereço ter passado por todas estas coisas, a que custo? Quem me conhece? Quem sabe o que sinto? Quem me estende a mão? Ninguém... Esta estrada já está gasta, e meus pés feridos de tanto caminhar sem descansar, volta não volta o mesmo as mesmas dores os meus medos os mesmos receios, chega! Quem me conhece? Quem me estima? Quem se preocupa? Quando tenho medo e me escondo por baixo da mesa para me sentir seguro quem me vai dizer que está tudo bem? NINGUÉM! JÁ CHEGA! Apetece me gritar apetece me agredir alguém apetece me quebrar as barreiras do limite do meu ser, quero deixar de sofrer quero descontrolar o mal que sinto cá dentro, quero ouvir dizer o meu nome, quero ouvir pedirem perdão pelo que me fizeram passar, pelo que me fizeram sentir, pelo medo que me injectaram sem pensar. Quero sentir me vivo quero ser tudo o que nunca fui pois parece que este lado não tem mais piada, tou farto de levar facadas nas costas, perfeito por natureza, icon do que falta num mundo que nunca foi nem nunca vai ser, e lá vou eu de cabeça baixa e como todos adoram quando finjes não ter defeitos mas eu não sou assim! Essa gente que por trás da mascara não tem onde se esconder, sem se conseguirem encontrar perdidos na sua própria vida, eu conheço bem essas pessoas, sei a verdade, nunca fui nem nunca o irei ser, tenho medo de soltar todo este ódio cá dentro e magoar as pessoas mas estou no limite, não vejo o porque de controlar, sinto vontade de causar fogo de me vestir de negro e sentir o que sentia nessa altura. Chega! Não vou derramar mais uma lágrima. Quem me abraça? Quem me rouba o fôlego? NINGUÉM! Chega! Que vontade de correr sem parar sem olhar para trás de cair sobre os meus joelhos e libertar a raiva e entre dentes ofegar. Quero apontar o dedo e fazer sentir na pele a dor que senti em todos aqueles que a causaram essa mesma dor em mim. Mas não, por enquanto controlo me como sempre mas cada vez se torna mais difícil, esta sede assassina que me roí por dentro, mas não quero deixar soltar esse alguém que sei muito bem do que é capaz de fazer, não posso deixar que isso aconteça, sentir este mal este ódio cá dentro é destrutivo e quando estou feliz consigo canalizar esses sentimentos misturados e torna los em algo bom, mas agora, agora não tenho nada a que me agarrar e está a matar me, consegues ver nos meus olhos negros toda a dor todo o ódio lá dentro. Chega! Farto de ser carne quero ser o todo e não a metade, é verdade que todos somos um pouco loucos mas quem me fizer acreditar terá o mundo a seus pés, mas... Desta vez, oh sim, esta vez será diferente... Não vou aceitar metade do todo que sempre dou aprecia me pelo todo surpreende me faz me sentir importante e aí o jogo vai estar na mesa as cartas lançadas e eu voltarei a entregar o todo do meu ser, e será assim... Longas palavras perdidas são sussurradas lentamente para mim, não consigo entender o que me prende aqui, pois todo este tempo eu estive vazio por dentro, eis que vai estar lá alguém, observando me, desejando me, eu vou puder sentir alguém a puxar me para baixo, temendo te, não vou deixar que me puxes para baixo. Eles nunca verão, eu nunca serei eu lutei e lutei para alimentar esta fome queimando profundamente dentro de mim, descansa em mim e eu te confortarei eu vivi e morri por amor permanece em mim e eu prometo que nunca irei esquecer. Esperarás, e falarás comigo de amor sem um som, e vais dizer que iras sobreviver a isto e eu morrerei por ti não penses em mim distante, diz me que estarás comigo porque eu sei que não posso suportar isto sozinho...

Debate de Consciência

Posted by xXxPePexXx | Posted on 22:20

0




Um rapaz que não se sente amado, um rapaz magoado, triste e solitário, ele ambicionava ser feliz e ver todos aqueles que o rodeiam felizes, mas por muito que ele se esforce tudo volta ao mesmo, tudo se ergue e caí novamente e ele sente se cansado, cansado de esperar por algo que nem sabe ao certo o que é, parece que o obrigam a viver certas coisas que ninguém merece passar, gostava de o ajudar e não sei como faze lo dou voltas e voltas mas é complexo é negro profundo eu não o consigo fazer e parece que as pessoas tendem em ignorar o que ele sente lá dentro... Lá por ter um sorriso não significa que ele não se sinta vazio por dentro, vulnerável que também chora quase todas as noites, falta lhe algo que ele pensou sentir e acreditou nesse sentimento e foi lhe roubado, ele quer ser amado como já amou e pergunta se realmente alguma vez alguém sentiu o mesmo sentimento por ele e isso faz com que ele se sinta sujo com nojo faz com que ele se sinta insignificante, então ele vive na sombra com medo de sair do seu casulo seguro da solidão esse rapaz que outrora vivia tudo tão intensamente que sorria do raiar ao pôr do sol, agora nem um sorriso consegue manter e, é tempo de encarar a verdade dura e crua assim foi e assim será... a esperança dizem que é a ultima a morrer mas a esperança dele está em fase terminal, ele só gostava de encontrar alguém ou algo, que cuidasse das feridas que tem e que o marcaram e que o faça voltar a acreditar no amor e no sentido da vida em si e que lhe dê aquilo que nunca teve, por mais que a vida o trate assim sem perguntar o que ele quer vai empurrando o como um grão de areia ao vento por uma duna de agulhas, sem rumo ele segue a espera do seu momento de ser feliz, quem me dera puder ajuda lo mas não consigo, consigo fazê lo viver o dia a dia mas não lhe consigo devolver o brilho no olhar, sou apenas consciência ninguém me pode culpar...

Pai

Posted by xXxPePexXx | Posted on 03:23

1


Pai, partiste sem te despedires de mim, sem me olhares nos olhos e pedires desculpa por tudo o que nos fizeste passar não só a mim como a mãe, mas não escrevo para te culpar para te apontar o dedo, escrevo para te perdoar, sei que me amavas tanto quanto eu te amo a ti e que não passava tudo de teimosia, quero te dizer que poucas foram as vezes que fui feliz ou que me lembre de o ter sido mas sei que sim e lembro me de cada uma delas e é assim que te lembro quando falávamos e passeávamos quando me levavas a almoçar e falavas com orgulho de mim, por favor olha por mim onde estiveres, sinto muito a tua falta, cuida de mim por favor, não me deixes sofrer mais, não quero ficar sozinho, esta noite olho para o céu negro e vejo uma estrela a brilhar e acredito que és tu que não me queres ver assim em baixo, prometo que te vou deixar orgulhoso e que vou cuidar da mãe, mas as vezes é tão difícil fazer tudo isto sozinho, ajuda me, olha por nós cuida também da Avó da Tia do Diogo e da Carlota e não deixes que eles se esqueçam de mim, é tão difícil, quem me dera ser forte como tu mas não consigo sinto muito a tua falta! Porque foste embora assim? Deixaste me sozinho... Estou a estudar artes como tu o fizeste e realmente é o que gosto, dá me forças para seguir em frente ilumina o meu caminho e acredita que estás sempre no meu coração, por mais mal que tenhas feito és o meu Pai e não voltarei a ter outro, gostava que me desses os parabéns, que me ensina me coisas que só tu sabias explicar, e agora o que faço? Para onde vou? Onde vou buscar forças para continuar, só tu deves saber o que sinto, volta! Quero ver a mãe sorrir e não consigo, queria ver te olhar nos olhos dela como olhavas tão apaixonadamente, quero voltar a sentir me inocente quero voltar a ser o fruto do vosso amor, ajuda me a fazer a mãe feliz por favor, não me deixes mais sozinho do que estou. Espero que estejas bem e que um dia me reconheças onde quer que nos encontremos em outra vida, não estás presente aqui mas estás bem presente no meu coração hoje e sempre. Do 'minhoquinha' que te vai amar para sempre. Amo-te Pai.

Parabens?

Posted by xXxPePexXx | Posted on 02:14

0


Queres saber o que sinto?
Queres saber se choro?
Sim choro, ainda não foi desta que sorri, ainda não é hoje que deixei de me sentir sozinho, não foi hoje que não chorei na calada da noite e senti falta daqueles que amo. Desamparado, só pedia uma prenda um abraço um ombro para chorar todas as magoas e dores que sinto, a maior cá dentro no meu peito o meu coração fica tão apertado, tanta gente que me ama e adora mas será que é de mau tom sentir falta de uma palavra amiga de receber parabéns sem ser por um telemóvel... puder sair puder rir sem parar sentir me feliz rodeado daqueles que amo. Mas recordo aqui este momento deitado no chão a olhar o céu a lembrar me de todos aqueles que gostaria de ver e abraçar, adorava ser surpreendido e vê los a todos numa festa surpresa onde o meu coração iria sair do meu peito de tanta alegria, mas não isso não vai acontecer, em vez disso voltei a casa e encontrei a casa vazia o negro da noite espalhado por toda a parte, e aqui estou no escuro, estou a ouvir tudo mas não existe som, porque me hei de preocupar? Não estavas lá quando mais precisei de ti, quando viro costas ainda reconheces o meu rosto, deixaste me a chorar? Então porque me hei de preocupar? Não estás aqui quando sinto medo quando me sinto tão sozinho! porque me fazes isto, seja lá quem fores, porque me fazes isto? Porque mereço? Mereço sentir me tão sozinho e abandonado? Estou farto de ser a vitima, tenho vontade de ser o herói da minha própria historia, tudo vai mudar, enterrarei hoje aquele rapaz com medo inseguro, irei voltar e sorrirei a todos os que me quiserem mal, aqueles que amo vou abraçar e manter por perto, não preciso de mais amigos dos que já tenho, são precisosos, são verdadeiros reais! Abri os olhos e apercebi me porque me hei de preocupar não estavas aqui quando precisei de ti? Não mereces mais uma lágrima derramada, falemos disto abertamente, pensei que era tudo aquilo que queria, que o futuro era garantido, alguém roubou o meu final feliz, dizem que sou difícil e complexo ate para mim mesmo, mas são nestas conversas comigo mesmo que me encontro que tomo decisões que vejo a mudança, parabéns a mim, parabéns ao meu novo eu que estou a conhecer, aqui vou eu...

silencio

Posted by xXxPePexXx | Posted on 22:57

0


Queria ser forte
e continuar
queria ter sorte
e o amor encontrar.

Queria ser mais que poeta
e realizar
aquele filme meu
em que o amor vou encontrar.

Podia ser dor
já que de dor me alimento
mas tenho esperança de um dia
estancar o meu sofrimento

Podia ser maior
mas o caminho é longo
sinto me só
triste e perdido

Espero um dia viver
as palavras escritas
sofridas da dor
e exterminar os problemas
de uma vez só.

Quero um dia ser amado
acarinhado..
apreciado..
ver meu romance eterno
em primeiro plano...

A historia da curta mas sofrida vida
do poeta que tudo sente
mas nada diz
aquele que sofre em silencio
e que nunca o diz.

Diz me

Posted by xXxPePexXx | Posted on 22:50

0


'Não sei mais quem sou
No universo dos mortais
Já fui anjo,
Já fui duende,
Poeta e muito mais...


Fui um grande porto de abrigo
Inseparável companheiro
Lutador, um guerreiro
Defensor dos inocentes
Dos mais sensíveis, das mentes
Perturbadas pela dor!


Fui o sol ao nascer da aurora
O luar em noites de lua cheia
O mais doce anjo na terra
Na qual não existia guerra!


Hoje, sinto-me assim...
Por vezes perdido
Como que sem vida...
As minhas preces esquecidas
As minhas asas caídas
As energias possuídas!


Ainda há quem me chame de anjo
Que transporto a bondade no olhar...
Talvez eu possa ser esse anjo
No momento de alguém sonhar...!
Mas...
Um anjo não explode, não fica furioso!
Não vive tempestades, tormentas
Semeia apenas o amor...


Assim, não sei mais quem sou...
O que fazer, O que sentir
Redimir-me ao meu destino...
Será essa a solução?
Deixar o mundo pegar fogo
Permitir que haja o sofrer
E com ele conseguir viver
Sinto que é o mundo onde estou...!
Mas antes, queria saber...
Apenas... Diz-me:

- Quem sou...???'

Sonho meu

Posted by xXxPePexXx | Posted on 21:51

0


Revolto me, levanto a cabeça! Olho em frente e digo para mim mesmo, hoje vou conseguir hoje vou sair com o pé direito, vencerei todos os meus medos, falarei com o senhor da esquina que me dá sempre um simpático bom dia, e reponderei a letra seguido de um sorriso simpático só meu, aquele sorriso que me faz sentir inocente novamente. Hoje vou sair e correr sem olhar para trás parar no meio de lado nenhum e gritar sem parar, vou girar e girar até a força me faltar vou saltar bem alto vou esconder me da sombra vou sentir o sol a aquecer me vou voar e vou encontrar alguém que me faça amar alguém que me completa e fala das mesmas coisas que eu que tem paixões em comum que me é fiel, alguém que se aproxima da minha perfeição, vou sentar me a beira mar e olhar, olhos nos olhos de quem amo e apreciar e dizer para mim mesmo, 'agora sim, estou feliz e quero continuar', e melhor que isso sentir me amado! especial! Vou partilhar segredos e viver historias e aventuras, vou viver o ideal das historias de fantasia onde irei sempre triunfar e ser feliz no final, vou viver cada instante aproveitando cada lufada de ar que respiro como se quisesse guardar dentro de mim cada momento de amor e alegria e vive lo intensamente... eternamanete como se a vida fosse efemora vou sonhar como uma criança vou planear o meu futuro, vou ter tudo o que desejo por mérito próprio, não voltarei a chorar e todos os meus amigos estarão lá perto para me apoiar, vou esquecer a palavra 'só' e troca la por 'nós', vou deixar de ver os dias cinzentos como dias enfadonhos e tristes e vou apreciar o calor do lume a arder em braza quente e comparar a paixão do amor que sinto a chama intensa, vou dormir aninhado em quem amo e sentir me seguro... protegido...amado... Entretanto vou acordar e ver o branco do teto, vou sentir o molhado das minhas lágrimas derramadas na fronha da almofada, olharei para o lado e não vou ver ninguém que me ame alguém que me faça sonhar e acreditar vou sentar me e sentir a cabeça pesada de tanta dor e sofrimento que me aturmenta, sentirei o chão frio que me lembra da dor de caminhar sozinho pelos caminhos sinuosos da vida, vou olhar me no espelho e ver um rosto jovem com tanta idade tão marcado pelas magoas passadas, com tanta responsabilidade... vou ver que o sorriso predominante de outros tempos já não está lá, meus olhos negros perdidos como se escondessem a dor lá no fundo lacrimejam sem parar, vou cair sobre os meus joelhos e chorarei sem som algum como se a dor me percorresse em silencio fria e assasina vou dar um grito mudo pois ninguem o ouve ninguém o sente, vou ter pensamentos comuns dos que sofrem e perguntar, 'porquê eu?' Vou sair pela rua a olhar os rostos das pessoas e ver que cada um sofre a sua dor a sua ilusão, e voltarei ao cair da noite para casa, onde deitado na cama vou pensar que ao menos sonhando sou feliz ao menos sonhando sou amado terei a lembrança do sonhador que fui e sempre serei, vou ser criança e pensar que um dia vou viver o meu sonho de um felizes para sempre.

Eterno

Posted by xXxPePexXx | Posted on 04:03

0


Um dia conheci alguém, apartir desse dia tudo mudou o mundo ganhou outras cores, o meu coração bateu de forma difrente daí em frente senti uma vontade enorme de estar perto desse alguém, mas esse alguém estava longe muito longe e eu chorei noites a fio pois sem saber explicar algo me dizia que tinha de lutar, e assim o fiz, esperei esperei até o dia em que encontrei o alguém estava tão nervoso e preocupado com inúmeros pormenores que todo eu tremia, entrei num local escuro estava muita gente, e ao inicio fiquei hesitante em ir pois tive medo de ser rejeitado ou de não estar a altura mas respirei fundo e caminhei ate ao fundo da sala estava escuro e vi um vulto quando tomei atenção entendi quem era e toquei levemente no ombro e sorri e tive um sorriso em troca levantou se andamos para o lado encostei me a parede e uma brisa fria vinha de um refrigerador mal direccionado, todo eu tremia mas não de frio, mas sim de tanto nervosismo, beijei e o mundo em volta desapareceu, como se todo o som sumisse e só existisse aquele momento, nunca me irei esquecer, apartir daí vivi experiências fantásticas um sentimento único encontrei alguém tão uncio tão difícil de descrever como relação um pedaço de mim noutra pessoa mais que isso uma cara metade, alguém que não abdicaria por nada neste mundo. Alguém que me faz sentir realizado só por conseguir fazer sorrir só por conseguir fazer sentir protegido por mim... um sentimento que levarei comigo até o dia da minha morte, e sinto me tão grato por viver e ter na minha vida alguém assim, um obrigado não chega para agradecer tanta coisa que directa e indirectamente me fez crescer e amadurecer a diversos níveis, para sempre no meu coração. -P.s You will always be my boo-

CAJU

Posted by xXxPePexXx | Posted on 03:32

1


Caju,
pode ser fruto mas para mim é muito mais que isso,
tenho a oportunidade de desfrutar de um sentimento chamado amizade
que compartilho com algumas pessoas de forma especial,
um ser complexo e incomparavél a todos os nível,
mas para contar teria que voltar atrás no tempo
dois anos mais ao menos,
quando tive oportunidade de conhecer esta pessoa tão fantástica e tão inspiradora,
quem a tem como amiga pode acreditar que tem uma das mais valiosas coisas que se pode ter na vida,
que é um amigo verdadeiro,
algo que não é fácil de encontrar e acima de tudo é único e inigualável.

De tantos risos tantas memorias guardadas no tempo,
caminhadas,
historias inimagináveis,
momentos eternamente guardados na minha memoria.

Ela sofreu em silencio...
ela não é de ferro mas aparenta estar sempre bem para não afectar aqueles que ama,
é das pessoas que tem um sorriso e um ombro amigo para quando precisam,
mas mesmo assim é incompreendida e batalha a cada dia por um final feliz que muitos procuram assim como eu,
e são pessoas assim que fazem da vida o que ela é,
são pessoas assim que provam que a vida não é fácil
e independentemente da idade se pode viver momentos negros na jornada da vida.
Não são todos aqueles que suportam a dor de se sentirem traídos por um amigo próximo
e mesmo assim levantar a cabeça e seguir em frente com um sorriso nos lábios
e uma força interior enorme,
são pessoas assim que me inspiram a cada dia e me fazem levantar da cama e dizer,
«zimbutes».
Ela sabe que tem um lugar no meu coração
guardado lá num
'spot todo quitado'.
Termino com um dos marcos de cada encontro
... *AQUELE ABRAÇO*....

'Tempostade'

Posted by xXxPePexXx | Posted on 03:10

0


Contando os segundos
de todos os mundos
de todas as horas
das palavras curtas
das camas vazias
das vidas esquecidas

MEDO!
tenho frio!
imundo despeito
que derramas em meu leito
porque me deixas?
porque queimas?
porque não voltas?

contando as horas
em que a chama apagou
em que o lume não chegou
a paixão amainou
e o meu coração parou..

contando os dedos
de todos os medos
de um dia perder
é aí que grito!
VOLTA!

dá me forças
faz me maior
dá me esperança de ser
aquele que não sou
e que um dia quero ser!

Memoria

Posted by xXxPePexXx | Posted on 00:23

0


Hoje sou aquilo que nunca fui, sou as palavras ao vento, sou o teu olhar distante... Sou aquela pedra que fica no muro e que sobrevive a cada dia superando todas as adversidades do clima mas que com o tempo perde a força e parte... Assim me tenho sentido e estou a beira de desistir... Porque me apontam o dedo quando eu nada pedi em troca, porque me compram batalhas se eu travo uma guerra ainda maior comigo mesmo, porque me deixaram tão seco tão sozinho, será muito pedir ao tempo que volte atrás e me faça sentir tão amado tão protegido e acarinhado por todos os que amo, gostava de ter coragem para por termo a isto tudo pois já nada mais faz sentido, a única coisa que preciso é ter um pouco de esperança... algo que me faça acreditar novamente, já sinto falta daquelas noites frias que me sentia tão quente por sentir paixão dentro de mim, mas não volta... não quer voltar... e eu cá fico na minha solidão, na minha confusão de pensamentos sem saber por onde seguir sem saber em quem confiar, não quero entrar nesta etapa novamente sozinho... quero partilhar com quem amo, ser testemunha de todas as memorias que levarei comigo por toda a vida, será pedir muito, não querer crescer sozinho? Será que no fundo mereço tudo o que tenho vindo a passar? Nunca irei saber talvez... Mas começo a pensar que nada faz sentido, pois eu dou tudo, sou o ombro amigo, sou aquele que está lá e sofre com o mal dos outros, mas quando o sinto.. dói.. pois sei que ninguém vai estar lá para me estender a mão... tentei manter a mascara do meu bem estar com um sorriso mas já não tenho forças.. não estou bem... não me sinto bem... sinto me sozinho, triste e abandonado. Um dia espero que alguém sinta por mim o que senti quando te tive, e que me veja como uma esperança de um final feliz. Agora sou o nada, sou o silencio nesta sala, sou as roupas deixadas no chão sou a memoria do ultimo sorriso que esbocei para ti.

eu sou

Posted by xXxPePexXx | Posted on 02:23

0


Eu sou o que no mundo ando perdido,

Eu sou o que na vida não tem norte,

Sou o irmão do Sonho, e desta sorte

Sou o crucificado ... o dolorido ...


Sombra de névoa ténue e esvaecido,

E que o destino amargo, triste e forte,

Impele brutalmente para a morte!

Alma de luto sempre incompreendido! ...


Sou aquele que passa e ninguém vê ...

Sou o que chamam triste sem o ser ...

Sou o que chora sem saber porquê ...


Sou talvez a visão que Alguém sonhou,

Alguém que veio ao mundo para me ver

E que nunca na vida me encontrou!

Duvidas

Posted by xXxPePexXx | Posted on 01:44

0


Encontrei Deus na esquina da minha rua, sozinho fumava o seu ultimo cigarro perguntei lhe onde tem andado, quando tudo falha quando todos os meus dias são passados dentro de quatro paredes, quando nada tem resposta ele encolheu os ombros e seguiu o seu caminho.
Será destinado a todos a solidão? Todos acabamos sozinhos? A vida tem tantas manhas, e tenho vindo a descobrir que a única pessoa que podemos confiar somos nós mesmos, porque será que as pessoas compram brigas? Dramas? Durante dias a minha mente parou estagnou no tempo deixei de ser eu para me tornar num alguém que não conheço. Acordei a pouco, abri os olhos em frente ao espelho e perguntei, quem és? Voltei a mim lentamente corri pela porta e senti me farto de estar sozinho, fugi de todos os meus medos e uma presença constante está sempre comigo mesmo sabendo que não é correspondido pois quando me magoas o meu coração chora nas tuas mãos, prefiro estar sozinho a tornar me esse alguém que não conheço esse alguém vazio sem vida um corpo, sem pensamentos. Ao mesmo tempo não quero estar sozinho não quero chorar sozinho encolhido no meu canto, não quero seguir caminho sem ter um único amigo por perto, sofro pela distancia, pelo facto de ter todos aqueles que amo longe de mim.. o que me deixa fragil, sinto falta de um abraço, sinto falta de me identificar com alguém, falta de falar sobre assuntos de meu interesse e não sobre temas vagos e com os quais não me identifico sinto falta de voçes sinto falta de mim, senti me traído pois mais uma vez dei confiança a quem não devia e saí magoado triste e desiludido não sei que mal faço para as pessoas me julgarem em nome de um alguém que não sou, só sei que a cada erro me vai deixando mais forte em consequência mais frio... distante... sinto um frio dentro de mim, dentro do meu peito é como se alguém tivesse saido do meu coração e deixasse a cama por fazer a janela abrta a ponta do cigarro no cinzeiro as roupas no chao, ao menos se alguém soubesse como voltar a encontrar o meu eu adormecido que me cativasse com a luz que deixei de ver, que me desperte um sorriso que me transmita paz assim como todos os que amo e estão longe me fazem sentir quando estão perto de mim, é como se todos os problemas ficassem para trás e o mundo parasse e a cada momento se transformasse num acto de partilha de sentimentos em forma de um amor de nome amizade, sinto saudades de puder abraçar alguém por mais de cinco segundos de olhos fechados e sentir me aliviado e protegido por tal abraço. Pergunto me será que alguém sente falta? Falta de me ver... serei tão insignificante, falta me algo falta me alguém, ninguém chora a minha ausência... Ninguém me estende a mão para me levantar... Sou um naufrago nos meus proprios pensamentos... sou um sem abrigo em toda a minha solidão, sou o resto de alguém que já fui..Às vezes não sei o que é pior, a saudade do que existe ou o vazio que persiste...

Lembrar

Posted by xXxPePexXx | Posted on 18:44

0


Queria ser capaz de ter as palavras certas para escrever o que me vai na alma... Mas não as tenho, sinto-me perdido no tempo e no espaço, perdido no meio das pessoas, no meio de ninguém...
Procuro os meus sonhos, aqueles que a ninguém confesso, procuro encontrar tudo aquilo que perdi e que nunca encontrei.
Sinto tudo como ontem, vivo no dia de hoje, preparando o amanhã...
Que me espera depois da noite? Que segredo me irá revelar o tempo?
Anseio, por uma vida, por um sentido, por um amor, por um sonho que já foi realidade...
Perdi-me no tempo...
Perdi-me em ti!
Quero voar pelo mundo, quero conhecer o que não conheço, quero amar o que não amo...
Quero encontrar um sentido para a vida...
Quero deixar sair o que me vai na alma...
Quero... ou será que, na realidade, não quero o que quero?
Sei o que procuro, sem saber o que quero...
Aspiro o ar que me envolve, que me lembra de ti...
Agarro-me à fina corrente invisivel que ainda nos liga e penso, penso no tempo, no espaço, no ontem, no hoje, no amanhã, penso no momento...
Deste-me tanto, deste-me tão pouco, deste-me o tudo e tiraste-me o nada!

Sou tua. Profundamente tua, completamente tua e nada mais que tua, quero ficar contigo... Quero voltar ao passado, quero parar o tempo, o que sinto, o que receio.
Quero que leias isto. Que saibas o quanto te amo... O quanto passo as noites em branco, em busca de ti... No frio que congelou a minha alma...
Quero que saibas que o tempo não passa, não mexe, não evolui...
Quero que saibas, o quanto significaste, significas e significarás para mim!
Tu és parte de mim! Eu sou parte de ti... Ambos somos o todo!

Nunca te esqueças de mim...

Do amor que te dei... Do amor que recebi!

Inocência

Posted by xXxPePexXx | Posted on 23:14

0


HOJE senti saudade, saudades dos tempos inocentes de criança em que os dias passavam e cada dia era uma experiência de novas emoções e conhecimento, aquele tempo em que não era necessário ter preocupações e apenas deveres...
Saudades desse alguém distante que amo, saudades de amigos...
Fui assaltado a dias, bateram me levaram me o telemóvel que estimava a dois anos e meio... não sei o que senti e continuo a sentir, as feridas rasgaram a minha estabilidade, tão vulnerável tão exposto, tão triste, com medo.. foi como se o pouco que tenho de ligação para encurtar a distancia de todos aqueles que me são tão essenciais a vitalidade do meu bem estar foi quebrado... estou tão fraco... tão vazio.. tão carente, não consigo falar com quem gosto com as SOU dependente do carinho de todos aqueles que amo, estou num estado que não encontro palavras para descrever, vejo me a ver fotos e a lacrimejar... mudei tanto tantas pessoas passaram pela minha vida algumas passaram deixaram a sua marca e seguiram o seu caminho outras ficaram bem perto do meu ser, depois temos uma que não esperava encontrar e curou as feridas abertas e angustia, ensinou me a amar, mostrou me o que é sentir me vulnerável, mostrou me como era e eu fiquei parado naquele olhar, aqueles olhos que me prendem e me fazem esquecer o mundo em redor, e com essa pessoa quero ficar. É impossível ter mais pois tenho tudo, nenhum tesouro no mundo me faria trocar este sentimento que sinto que me rouba a gravidade e me deixa perdido, derretido, pessoas que me apoiam que me fazem sorrir, sinto falta dos dias que passava a rir das coisas doidas que fazia, pessoas que admiro e que respeito ao máximo e que nunca irei deixar ficar mal.
Que saudades de não sentir saudades, que saudades dos momentos que olho nos olhos de quem amo e ali fico perdido, absorvendo cada gota de compaixão de amor de amizade, como é possível ter encontrado um amante e um amigo tão perfeito tão inesplicavel, passo dias e dias a fio sem me cansar de ali estar naqueles momentos, pois o meu lar é dentro do coração de quem amo... E que espero que volte depressa e me volte a sentir completo, que me volte a dar aqueles momentos de puro amor..
Espero que o possa voltar a abraçar de olhos fechados, nesses momentos em que 'agrafo' as memorias e se me rasga um sorriso na cara inevitável, e o beijo.. o beijo é.. magico perfeito tão complexo sentimento e impossível entender sem o provarmos, só sabemos o que é amor verdadeiro depois de realmente o sentirmos, de o lermos num olhar no calor de um abraço num beijo de amor.. INOCENTE.