Hoje não...

Posted by xXxPePexXx | Posted on 23:13

1


Hoje tudo me perturba...
não tenho vontade de sorrir... nem de lutar,
não quero falar... não quero sair...
o sol não brilhou e o vento não sussurrava esperança..
Ponho as mãos na cabeça e choro na escuridão do meu quarto,
hoje simplesmente estava frio,
sinto me frio.. gelado por dentro,
como se tivessem roubado todo o calor do meu corpo,
e não consigo entender o porquê de tudo isto,
porque mereço tudo isto quando tanto lutei por uma mudança de vida
que seria tão diferente do passado,
quando jurei não mais sofrer por amor,
quando dei por mim rodeado de pessoas que nunca gostaram de mim...
era simplesmente a sombra de um alguém que deixei de ser
para assim dar a luz a quem pensava merecer tal dádiva,
hoje dou por mim à procura de um resto desse tanto perdido para sempre,
não quero sentir esta dor,
estou tão confuso... sinto me abusado psicologicamente,
parece que não passo de um brinquedo sem qualquer valor que todos gostam de utilizar
e que os faz sentir bem,
mas quando peço um pouco do mesmo... todas as portas se fecham,
porque devo então confiar nas pessoas?
Como posso fazê lo, passado tantas quedas sem fim?
são tantas as desilusões que o pouco que ganho por vezes não sabe a nada...
De que me valem estas lágrimas?
Para quê tanta tristeza?
Porque não encontro e não consigo...
não vale a pena tentar mudar...
hoje não é o meu dia...

Ode ao amor futuro

Posted by xXxPePexXx | Posted on 03:21

0


Por vezes tento explicar o que sinto, mas seria impossível...

vou tentando aos poucos soltar aquilo que me vai na alma
deixar fluir a correnteza de ideais, sonhar mais alto...
deixar que a chuva leve tudo o que de mal está em mim,
por vezes funciona... outras vezes nem tanto...
não deixo de ser eu, nunca!
Sou assim... sempre fui sabias?
Como uma força da natureza impossível de domar,
por vezes deixo me ir de tal maneira num voo sem fim que consigo esquecer o chão, esqueço me do mundo e tantas vezes de mim,
fecho os olhos e vejo uma vida que podia ser a minha,
um desejo de querer sempre mais e melhor,
posso não ter asas mas quando deixo transparecer aquilo que realmente sou,
consigo ter a força de mil homens,
consigo contagiar a felicidade à minha volta,
deixo sair toda a energia do meu corpo e dou-a a todos aqueles que amo,
não peço nada em troca se não o respeito merecido
de quem simplesmente quer ser feliz a todo o custo,
movido pelos sonhos de um menino sonhador que nunca encontrou o seu felizes para sempre,
esse felizes para sempre que tanto anseio e desejo...
quase lhe sinto o gosto sem nunca o ter provado, esse doce gosto...
consigo ver me num futuro em que tudo será diferente para mim,
e tudo aquilo que sempre me devorou por dentro irá ser luz na vida de alguém,
quero pois então ser luz a guiar o caminho de alguém que espera por mim,
que deseja encontrar tudo aquilo que sou,
que deseja ser o rei do meu império de sonhos,
que vai abraçar me e fazer me sentir... pela primeira vez amado,
que me vai dar a ver um outro lado do mundo que não conheço,
que saberá fazer estremecer o meu corpo em êxtase sem precisar de me tocar,
que guarda o beijo prometido dos contos de fadas em que o mundo pará por momentos
e os lábios sincronizam uma recordação que ficará guardada na memoria dos sentidos
como nenhuma outra conseguiu...
Por vezes pergunto te onde andas...
mas tu nunca respondes,
por vezes vens disfarçado no corpo de outrem e foges me pelos dedos,
torturas me com a dor de quem espera algo que não chega,
fazes com que me iluda sem saber, e dou por mim num abismo de dor e sofrimento
que sempre enfrentei nesta vida e que não quero mais...
Não quero sofrer, por isso vem... vem ser luz na minha vida...
cá te espero de braços abertos e olhos fechados à espera de um beijo,
quem quer que sejas tens um mundo à tua espera,
o meu sonho idealizado em ti
evoco-te sem medo...
nesta ode ao meu amor futuro...

Melodia Falada

Posted by xXxPePexXx | Posted on 00:49

0


Vazio...
nada mais que vazio...
preso sem estar preso a nada,
vivendo por impulsos
correndo para o infinito...
esperando o eterno pedido
de regresso da felicidade...
deitei me no chão e peguei numa folha,
escrevi tudo aquilo que sentia,
como uma melodia a tocar vezes sem conta na minha cabeça,
uma melodia falada...
um desejo...
um sonho...

"Peço que me devolvas o sorriso!
Sim! Tu que sofreste tanto ao longo da vida!
Que partilhas cicatrizes do passado
diferentes das minhas
mas bem pesadas para nós...
És um menino esquecido
cresceste sem um pai que te amasse
embora de maneira diferente, também eu sofri sem um pai
crescemos mais depressa que as outras crianças
fomos forçados a amadurecer sem o termos pedido,
e fomos recompensados com tão pouco...
ao te encontrar... vi tanto de mim em ti,
não duvidei, arrisquei em ti!
Só tu sabes fazer me feliz, e adoro a maneira como o fazes,
espero que nunca desistas
de tentar, de lutar pelo que é teu
espero que abras os olhos...
e que te lembres nas horas da solidão
que tens quem te aqueça o coração
quem te carrega nos ombros a agonia do sofrimento
para puderes esboçar um sorriso...
gostava de saber o que pensas
se por vezes sonhas comigo...
se te roubo o fôlego quando te beijo
se sentes que fui feito para ti
como eu sinto quando me olhas nos olhos,
se sentes a minha falta quando não estou presente,
fizeste me acreditar em algo que já não fazia sentido para mim...
Quando me amas sem palavras
é quando me amas melhor
quando te sentes protegido e seguro por estar nos meus braços...
Cuida bem de mim e eu bem de ti vou cuidar...
Tenho tudo...
tenho o tempo,
tenho o mundo,
o êxtase de toda a minha felicidade
elevado ao expoente máximo da palavra
Amor... "

"Hoje não..."

Posted by xXxPePexXx | Posted on 03:48

0


Será possível?
Não pode ser possível...
Não! Eu não aceito!
Não aceito que me apontem o dedo,
que duvidem da minha palavra,
não voltarei a contorcer me na cama...
NÃO!
Eu não vou viver este pesadelo,
sufoco na cama sozinho,
embrulhado em lençóis... quase que os rasgo,
pois parecem colar se na minha pele suada pelo calor desta febre que me atormenta a alma,
hoje não foi um dia normal,
havia um cheiro a tristeza no ar,
nem o sol brilhava da mesma maneira,
e senti me frio,
pisei o chão e estava frio...
tentei respirar e o ar estava frio...
Não parece primavera...
Hoje não foi um dia como os outros,
hoje sou apenas a ponta do cigarro,
o resto de um todo,
estou a pairar sobre mim mesmo,
à espera de saber se devo ou não cair,
de saber se tudo não passava de uma ilusão.
Hoje não é um dia como os outros...
Deixaram me vazio,
pois apenas sobrou a noite...
e as lágrimas secas na almofada...
não sei que mais posso dizer...
perdi as forças
estou à espera do sono...
deitado no chão
ansiando que amanhã não seja tarde de mais.

Angie

Posted by xXxPePexXx | Posted on 22:57

1


Lá estavas tu,
arrumada numa prateleira empoeirada,
uma boneca de loiça de cabelos loiros
e uns olhos grandes e azuis da cor do oceano
e com nome de anjo,
dei por mim a pensar
porque estavas ali sozinha
empoeirada rodeada de parasitas a tua volta,
esses mesmos parasitas
que também me rodearam
quando fui posto nessa mesma prateleira,
sou boneco de trapos...
frágil...
desgastado e ferido...
sem saber porquê subi até perto de ti
e contemplei te por momentos,
analisei te e fui me aproximando aos poucos,
limpei um pouco de pó aqui e umas quantas manchas ali,
e descobri que eras um tesouro,
um tesouro que nunca havia sido valorizado
nas mãos de quem não tem olhos de ver
e que só pensa no seu próprio umbigo,
descobri que tinhas uma pequena roda de corda costas
e destemido comecei a rodar,
começaste a ganhar vida,
tinhas parado no tempo,
vivias ali numa ataraxia perturbante,
não te conseguia ver mais assim,
uma boneca tão linda e preciosa não deve ser tratada assim,
todos os dias voltava à tua prateleira azul já arranjada e limpa,
e já esboçavas um sorriso de vez em quando,
falava mos e falava mos durante horas,
trocando historias de vida e experiências comuns,
remendaste me falhas e saraste feridas passadas que guardava à muito tempo comigo,
em troca disso roubamos a solidão um ao outro
e todos os dias nos encontramos,
e até hoje não sei como agradecer ao destino por nos ter de certa forma juntado,
foste crescendo e tornaste te essencial para mim!
tens um lugar que só te pertence neste meu coração feito de remendos
mas quentinho... sempre disposto a dar te um ombro amigo,
a abanar te quando precisas de lucidez,
nunca deixarei de ser luz na tua vida
a guiar o teu caminho,
percorremos um longo caminho juntos
e hoje somos muito mais do que algum dia fomos,
e isto tudo graças ao mal que por caminhos misteriosos
levou a que tornasse algo mau em algo que não tem preço,
quando envelhecermos e perderes a cor,
mesmo que por mais desgastada que estejas
eu vou lá estar para te pintar um sorriso nos lábios,
porque te adoro do fundo do meu coração :)

Parabéns Nugget
Adoro-te <3

Palavras para ti...

Posted by xXxPePexXx | Posted on 23:51

0


Se pudesse expressar por simples palavras aquilo que sinto,
tudo seria tão mais fácil,
mas não consigo...
o tempo fez me assim,
um pouco mais forte e outro quanto de frágil,
por vezes perco me em pensamentos e ideias sem nexo,
sinto me feliz por ter encontrado alguém que não esperava encontrar tão cedo...
esperei tanto tempo,
percorri um longo caminho,
cheio de pedras e abismos,
mas preservei tudo aquilo que sou até te encontrar,
e para ti sou EU,
com todas as cores do meu ser,
não te minto,
não te escondo a emoção que encontro quando olho para ti
ou o desejo que sinto em ser sempre mais na tua vida,
duvidei de ti no incio com medo de cair,
levantei todas a as barreiras e ali ficaste tu
sentado numa cadeira de ferro à espera que eu lentamente abrisse a porta,
e assim o fiz,
pé ante pé caminhei na tua direcção
abrindo ao pouco essa porta
e tu sorriste para mim,
eu retribuí te com um sorriso e um brilho no meu olhar que à muito havia perdido,
não me lembro de me ter esforçado para te encontrar,
não me lembro de te ter imaginado,
mas sim lembro me de te ver em sonhos moldado ao ser que eu sempre sonhei encontrar
e que me aceitasse como sou,
que me soubesse domar as rédeas do meu ser,
e assim o fazes aos poucos e eu não minto...
gosto deste gostinho doce na boca,
do sorriso de menino apaixonado com que me fazes ficar tão facilmente,
aceitei te e relembro te na memoria de um abraço,
no gosto do teu beijo,
sigo o meu caminho sozinho pela rua lembrando cada memoria tua por mais curta que seja
e anseio por reviver cada momento novamente,
de sussurrar palavras de amor ao teu ouvido,
imaginar te a dormir nos meus braços novamente perdido em sonhos,
tão vulnerável... tão meu...
És mais do que aquilo que algum dia desejei,
quero ser o único que te faz sorrir,
o homem da tua vida,
tenho tanto para dar,
coisas que não guardava lembrança de ter dentro de mim...
Fazer te feliz faz me feliz,
sinto me tão protegido nos teus braços que o facto de não te ter por perto me faz sentir tão pequeno,
tão frágil... vulnerável...
quando a noite chega e entro no meu quarto vazio,
no silencio sento me a um canto
e revejo te a entrar pela porta com um sorriso na cara,
a abraçar me e a sussurrar me ao ouvido:
«Vai ficar tudo bem» com um sorriso na cara,
fiquei perplexo,
como consegues manter a calma?
porque esperas por mim?
Dei por mim a pensar se alguma vez alguém se teria preocupado comigo daquela maneira
no passado...
E nesse momento ganhaste grande parte de mim,
fizeste me superar magoas passadas,
não estou a reviver nenhuma experiência passada,
nada é como antes,
é tudo novo para mim,
um gosto de pureza etérea inigualável,
e por isso as palavras que tenho não chegam para mostrar o quão grato estou
por te ter a meu lado,
por seres quem és,
por gostares de mim...
E vou esperar o dia em que te vou voltar a ver,
no mesmo sitio em que me despedi de ti,
vou esperar pois nada mais faz sentido,
digo te então se um dia acordares e sentires a minha falta
e quiseres saber onde estou...
regressa a esse mesmo sitio,
pois eu vou estar lá à tua espera nem que passe 1 dia... 1 mês... 1 ano...
Guarda me bem pois tens o meu coração nas tuas mãos
e nada irá mudar isso,
aqui fico à tua espera com um sorriso
ansiando o teu beijo
para continuar a viver esta nossa historia de amor...


para sempre teu Pedro Silva.