Dia de Chuva

Posted by xXxPePexXx | Posted on 23:25

0


Hoje foi um dia diferente...
foi um dia de chuva...

Deitei me a pensar no passado
e chorei no silencio do meu quarto,
não gritei nada ao mundo...
apenas me confortei nos cobertores
e esperei que tudo acabasse quando adormecesse,
não correu tão bem como esperava...
caminhei pela rua no percursos que faço todos os dias,
tudo a minha volta parecia um pouco mais cinzento...
um pouco mais tristonho...
Voltei a chorar em silencio
quando os rostos desconhecidos me analisavam,
e se perguntavam porque carrego um ar tão triste
quando sozinho caminho...
Não soube responder...
Depressa esbocei um sorriso rasgado
e continuei a disfarçar as magoas,
essas feridas que nunca fecharam
e que doem mesmo depois de tanto tempo,
mudei bastante sem duvida...
mas tudo o resto persiste!
não me consigo livrar desses demónios que me corroem o ser...
Lembro me vagamente de um momento passado
em que todos os dias sorria dia e noite...
não sei o que aconteceu entretanto,
fechei me a sete chaves dentro de mim
e simplesmente me esqueci!
Esqueci me de ser feliz,
esqueci me que tenho amigos que me amam,
esqueci me que nem tudo foram lágrimas,
esqueci me de sorrir mais vezes...
Esqueci me de mim!
A troco de nada...
a troco de uma culpa que não me pertence inteiramente
mas que não nego...
engoli em seco tanto pó do passado...
deixei que se aproveitassem daquilo que posso dar sem nada receber...
Cansei me...
até lá vivo um dia de cada vez...
cá vou vivendo entre os meus desabafos
entre ruas e ruelas de Lisboa
onde me perco em pensamentos.

Hoje choveu...
talvez seja isso...
foi somente um dia menos bom...
apenas mais um dia de chuva...

Viver o Presente

Posted by xXxPePexXx | Posted on 23:38

1


E assim começou uma jornada nova na minha vida... desta vez não vou pensar demasiado, deixei de me preocupar com o futuro, vivo o presente mais intensamente que ontem, tornei me mais forte, superei certos medos que tinha, ganhei uma nova visão do mundo a minha volta, da maneira como devo viver a minha vidas e das pessoas que me fazem realmente falta... Aquelas que nunca me deixaram cair... aquelas que me apoiam incondicionalmente e pelas quais eu daria a minha vida sem pensar duas vezes... o futuro é incerto? Sim... Mas por enquanto sabe me bem viver este presente caloroso com uma pessoa que não esperava ganhar o tipo de relação que agora mantenho, troco momentos, formei laços para a vida e arranjei um quarto no meu coração que só pertence às pessoas que fazem parte de mim... São grande parte da minha vida... São a minha droga favorita que apenas me proporciona bons momentos e acima de tudo... muitos sorrisos...

Quando me falam do coração... a minha boca cala se, guardei o talvez... alias está guardado a muito tempo, na mesma caixa que prometi nunca mais abrir quando o meu mundo ruiu pela ultima vez... Por vezes sim sinto falta de um carinho ou um abraço, mas encontro isso nas pessoas que gostam de mim e que nunca me vão deixar mal... Não preciso correr atrás de uma pessoa apenas para obter algum tipo de atenção.. Não sou assim, quando o momento chegar eu vou saber o que fazer e nesse momento sim serei completamente feliz ao lado de alguém que me ame sem questionar os seus sentimentos e os meus...
Apenas por vezes sinto vontade de fugir sem olhar para trás, gritar... chorar... e assim deixar fluir as magoas recalcadas... pelo caminho ficaram aqueles que me deixaram cair e que não voltarei a perdoar, os que lançaram promessas ao vento apenas para me convencer a algo que nunca iriam cumprir, os que cuspiram e abusaram da minha confiança e dedicação... Não voltarei a olhar para trás... nunca mais... Estou bem, sinto me bem, e estou a viver um dia de cada vez e é assim que quero continuar... tudo o resto não interessa.


Don’t cry
Open up your eyes and know
There’s someone else out there that feels this way

I’m singing to you
Cause I know what you’ve been through and now
It’s not so long ago I felt the same

Like soldiers
March on
If we can make it through the night will see the sun
March on, march on

I remember summer nights alone
Fireflies the only thing we own
All we ever dreams of California
I remember winters were so cold
Hunger was the only thing we know
And rock n’ roll dreamin’ was what saved us

Like soldiers
March on
If we can make it through the night will see the sun
March on, march on

Till we see the sun
Till we see the sun

Through the good times,
Through the bad times
Through the long days
Through the hard nights
Keep on till we see the sun

Like soldiers
March on
If we can make it through the night will see the sun
March on, march on

Like soldiers
March on
If we can make it through the night will see the sun
March on, march on

Even when there’s no one there for you march on
Even when the days are long for you march on
Like soldiers
March on

Anti Negação

Posted by xXxPePexXx | Posted on 00:44

1


Chegou a hora...
Já chega de guardar isto aqui dentro...
Deixei de tropeçar nas palavras soltas que tanto me magoavam,
desta vez não vai persistir ferida na minha pele,
não vai existir nenhum nó na minha garganta...
Apercebi me disso quando estava sentado sozinho junto ao rio
e o sol desaparecia ao longe no Tejo,
senti que naquele momento... tão meu
Derramei todas as lágrimas que faltavam chorar,
toda a magoa guardada dentro de mim,
aquela que finjo curar todas as vezes mas que de certa forma persiste...
pedi ao mar que guardasse a dor,
pedi ao vento que me guiasse no caminho certo,
mas nada mais faz sentido,
as promessas não duram,
as palavras morrem na praia,
sou mais forte que isto...
já ultrapassei tantas e tantas adversidades que já pouco me afecta neste mundo...
já não sinto dor
apenas o ódio daqueles que pensam ter em mãos o poder de julgar
quando tanta sujidade carregam consigo,
tantas mentiras...
este mundo revelou se um grande mundo de ilusões e falsas aparências...
Agora pergunto!!!
QUEM és tu para me julgar?
Quem és tu para me apontar o dedo?
A honestidade simplesmente deixou de existir nas pessoas,
deixei de me vitimisar,
encham os pulmões de ódio,
disparem contra mim,
feridas que não me matam, apenas me fazem ficar lentamente mais forte...
Agora caminho descalço sobre os vidros partidos...
reflexos e memorias perdidas,
o tempo gasto em vão,
morri para o mundo!
e renasci aos poucos...
para aqueles que guardo no meu peito,
aqueles que se mantiveram comigo,
aqueles que caminham comigo,
aqueles que me viram chorar,
os que me estenderam a mão quando tudo o resto era vazio...
os que me fizeram sentir amor verdadeiro,
aquele amor que nunca encontrei em mais ninguém,
respiro para voçes!
vivo porque é nessas pessoas que encontro carinho,
são a minha família!
E por ultimo só tenho a dizer uma coisa...
Sou como sou
e um dia alguém me disse...
«muda aquilo que és para seres mais feliz»,
a resposta é...
NUNCA,
aquilo que sou ninguém me tira,
ninguém me rouba,
orgulho?
Talvez...
o dono da minha vida sempre foi e sempre serei eu,
nunca me irei reger por mentiras!
Nunca me irão julgar por me vestir da maneira que me visto,
pela musica que oiço,
pela maneira que tomo as rédeas da minha vida,
em tempos vivi uma mentira que criei para me intrigar num mundo que não era o meu,
num mundo de falsidade que pedia certos níveis de aceitação...
Foi o maior erro da minha vida!
Senti me humilhado,
senti nojo de mim,
perdi amizades... ganhei inimigos...
e aceitei me de novo,
renasci das cinzas...
desta vez não vou chorar,
desta vez não existem mentiras,
o dono da verdade não é dono de ninguém,
assim seja,
o primeiro passo é aceitar o erro,
já o fiz e a minha parte está feita...
Não devo nada a ninguém!
Take me as I am