Borrão de Tinta

Posted by xXxPePexXx | Posted on 21:41

0


Lamentável este sentimento de puro nojo que sinto dentro de mim,
angustia,
desesperado por algo que não está lá,
não existe mais esperança...
e quando tudo isso desaparece,
sobram me as lágrimas,
o meu coração desfeito em pedaços,
uma solidão que dói
mesmo rodeado de pessoas a minha volta
no meio da multidão
sou aquele que caminha de cabeça baixa
para esconder entre as minhas expressões
toda a dor que guardo
e o desespero por ouvir uma palavra amiga,
algo que me faça continuar,
aprendi muito
quando foram duros comigo
e me expuseram todas as defesas a nu,
quando alguém pintou uma chamada 'obra de arte'
um eu que renasceu das cinzas...
Mas porque deixei de sentir tudo isso?
Porque me sinto um simples borrão
numa tela em branco,
sem vida,
sem cor,
sem brilho...
Nem o sol me ajuda a brilhar,
sinto me um perdido
no meio de todos os rostos que me rodeiam,
chega por favor,
não quero mais ser o derrotado,
um borrão de tinta negra
é como me sinto,
nem sequer daqueles que amo
sinto mais amor...
e isso está a matar me...
apagado,
sem vida
a cada dia sem me sentir
minimamente confiante
para erguer a cabeça num novo dia
nem sequer mais o artista visitou
aquilo que chamava de obra arte,
esgotado,
cansado,
farto de todo o trabalho
decidiu rasgar com todo o seu direito
aquilo que um dia desenhou...
sobrou um borrão de tinta preta esquecido no tempo,
perdido para sempre...

...Nojo de mim por ser borrão
e não cor na vida daqueles que amo...

Pedaço de mim...

Posted by xXxPePexXx | Posted on 01:09

0


Sinto que falhei...
a vários níveis,
deixei secar tudo em volta
e deparo me sempre com a mesma situação...
a solidão,
não sei porquê mas sinto que poucas são as pessoas que me conhecem realmente,
pois raramente me consigo exprimir de forma clara,
tantas são as vezes
que me fecho no meu mundo
onde me sinto protegido
que agora simplesmente me deparo com o facto de não ter qualquer valor,
ninguém irá sentir qualquer tipo de mesericordia
por alguém que se fecha em si mesmo ao mundo...
Mas o pior de tudo é ter medo de perder um grande pedaço de mim,
alguém que me ganhou de uma maneira
que nunca antes tinha experienciado,
salvou me de um estado que me custa recordar
por me trazer tantas más lembranças
das horas vazias
no quarto escuro em silencio
onde não existia um ombro para chorar
ou alguém que acreditasse o suficiente para me ajudar,
não tenho palavras suficientes para descrever o quão grato me sinto
por te ter conhecido
e de te ter na minha vida,
o amor intemporal prevalece sem ter quaisquer barreiras,
e mesmo que sigas outro caminho longe do meu
nunca vou esquecer todos os momentos que me estendeste a mão aberta
e senti num abraço um elo que nunca tive com ninguém,
cresci e cresço contigo agora e sempre
conheço de cor cada traço do teu rosto
sei como te fazer sorrir
apoiar te quando mais precisas
e sei destingir pelo som da tua voz a tua disposição,
só quero que saibas e não esqueças nunca
o quão importante és para mim
como penso que serei para ti...
guardo na memoria e recordo
todos os momentos espectaculares que vivi contigo
és quase surreal,
um 'anjo' caído de algures
e posso agradecer por partilhar grande parte da minha vida contigo
sei que posso não ser motivo de orgulho...
e tantas vezes cometer erros sem conta
mas o que sinto por ti é forte e eterno,
não quero que todo este mar de ideias sem sentido seja interpretado
como uma despedida
é apenas uma demonstração de profundo respeito,
admiração e fidelidade
a uma pessoa que tanto me 'atura'
e me faz sentir bem quando mais preciso,
alguém que nem sequer tenho qualquer laço consanguíneo
mas que tenho tanto orgulho em chamar de...
Irmão.