...Peço-te...

Posted by xXxPePexXx | Posted on 23:19

1


Perdido...
como sempre...
perdido nos meus pensamentos mais profundos,
eu tento com todas as forças do meu ser manter me firme
não pensar demasiado nas coisas
mas no final volta tudo a assombrar me o pensamento,
como a chuva que corroí cada pedaço do meu ser,
aquela chuva invisível que escorre pelo meu rosto enquanto estou sentado no escuro,
frágil...
desprotegido...
e sem eu sequer me ter apercebido tornei me vulnerável
ao teu toque,
ao teu cheiro,
ao som da tua voz,
fazes me falta...
e eu faço te falta
é algo que... não sentia ou pensei que não o sentia a muito tempo,
mas por vezes deixas me tão confuso com o teu jeito de ser
dás me vontade de quebrar tudo num momento,
nesses mesmos momentos
sustenho a minha respiração,
e conto...
os segundos
para tudo passar...
mas quando o tempo deixa de fazer sentido
descontrolas os meus sentidos num sussurro ao meu ouvido,
por vezes nos teus olhos não vejo nada mais que fascínio....
entristece me
pois sempre recusei tal tipo de atenção no que toca aos meus sentimentos mais ténues.
Mas naqueles momentos em que cresces sem saberes
mostras me outro tipo de faceta...
um olhar apaixonado,
forte,
puro...
e neste momento não existe mais nada que eu precise
do que alguém forte a meu lado
um pilar que me ajude a não chorar mais,
a não me sentir desamparado quando as luzes se apagam
pois o teu brilho...
irá ultrapassar toda a escuridão que abriga todos os meus pesadelos mais negros...
desejo isso...
agora...
constante...
Também eu sou frágil
embora possa tentar esconder por detrás de todas as mascaras que aprendi a usar
para não me magoar
e mesmo assim já deixei cair tantas...
lidei com tantos tipos de dor...
pessoal...
verbal...
psicológica...
amorosa...
e da ultima resultaram
todas as cicatrizes e feridas abertas que doíem quando pisadas
as mesmas que me deixaram num estado de desconfiança...
um estado de medo...
de perder,
de ariscar...
de por vezes tentar...
mas por ti vou lutar,
espero que faças o mesmo e lutes a meu lado da melhor forma...
não te quero perder...
mas não me tomes por garantido...
posso não ser muito mas prezo muito a minha felicidade,
aquela que nunca senti,
e é por ela que continuo a lutar,
a esperança de um dia a sentir na pele,
não ter que derramar mais uma lágrima.
Quando a vejo (felicidade) nos outros pergunto me...
'porque não posso ter isso também?'...
Reage agora,
agarra me com força,
prende me ao teu chão,
descontrola o meu corpo num toque,
rouba me o fôlego
num beijo profundo...
arranha me a carne em ferida desejosa de prazer,
envolve me em teus braços
e deixa que o mundo se apague a nossos olhos...
fecha todos os momentos dentro do peito e recorda os em todas as manhãs
quando o sol tocar o meu rosto e esboçar um sorriso,
e lembra te daqueles momentos em que sou teu e te pertenço incondicionalmente,
naqueles momentos em que o tempo parou para nós e fomos dois simples corpos
enrolados num manto de paixão...
...e gemidos de amor...

Renascer

Posted by xXxPePexXx | Posted on 19:14

1


Não entendo, não consigo, ou talvez não quero entender o que se passa comigo, milhares de acontecimentos momentos, pessoas, lugares envolvidos num flash momentanio intemporal... Eu mudei como tantas outras vezes, aprendi a respirar de maneira difrente, a aceitar me novamente... Mesmo quando ninguém sabe realmente o que se passa aqui dentro, dentro do meu peito o que penso o que sinto, mesmo quando agora me tenho que habituar a um sentimento que pensava ter morrido dentro de mim, a verdade é que penso que nunca desapareceu de todo apenas tinha medo de o voltar a sentir na pele, deixar transparecer... afinal sempre fugi daquilo que sempre desejava, alguém que luta por mim que me quer a seu lado... não entendo simplesmente porque demorou tanto tempo, medo talvrez... cobardia... ou porque arrastou com isso alguém tão importante para mim, hoje sobram as cinzas do fogo de um laço que quando pensava para mim mesmo sentia que seria eterno que iria ter sempre essa pessoa a meu lado até ao fim dos meus dias e tudo arruinado... apenas cinzas o pó de todos os momentos sorrisos de todos os momentos... embora tenha esperança de um dia recuperar algo que ficou perdido na bruma não tenho o direito de o fazer por respeito a quem não o quer... Talvez um dia me estendas a mão novamente... Vejo as pessoas afastarem se lentamente contra a minha vontade simplesmente porque os nós soltos ficaram por apertar o ar tornou se rarefeito em minha volta quando estás na minha presença recusas me... talvez um dia tudo termine bem...
Conheci pessoas maravilhosas, sinto me confortavel protegido, encontrei um porto de abrigo alguém que sente falta da minha presença, uma especie de familia e como é bom sentir que somos aceites por aquilo que somos aos olhos de alguém que de rompante entra na vida alheia... Talvez não seja apenas o mal que me pintaram o veneno que me fizeram sentir... Talvez eu mereça sentir me feliz, tlavez não precise de para sempre conviver com a sombra ou com almas passageiras que apenas me tentam devorar a carne e deixam para trás todo o resto, talvez seja desta vez que encontrei, o ideal, nunca perfeito mas aquilo que começa mal no inicio no final revela se a mais doce das recompensas que se pode receber, pela priemeira vez não penso no futuro apenas vivo o presente cada vez mais intensamente, apercebi me do quão efémera a vida é em tantas coisas pequenas mas que tanto significam na pele de quem as sente, é tempo de procurar ser feliz de seguir os meus objectivos, não me sinto totalmente completo, mas sinto que continuo a caminhar rumo a um estado de estabilidade que tanto ambiciono, talvez um dia... talvez nunca... desistir? Nunca.