Hei de Te Amar

Posted by xXxPePexXx | Posted on 23:35

0


Desassossegos constantes me devoram em momentos desconcertantes em que sonho acordado neste meu choro mudo,
 em que em murmúrios baixinhos te evoco como amor futuro
 como uma pedaço que falta aqui bem dentro do meu peito...
 Estes pedaços do meu ser que me levam,
 que me envolvem nesta melancólica sensação de dormência mental em que o cansaço, a tristeza e o desejo se misturam num sentimento corrosivo e nocivo para qualquer ser humano que ainda guarda no seu peito um pouco de calor,
 que ainda acredita, acredita em amor.
 Aqui estou eu neste meu pedaço de vazio tão cheio de nada
 e abundado por sonhos que nunca realizei,
 olhando pela janela vejo as pessoas passar,
 cada uma com a sua história, os seus segredos, os seus pecados...
 Ora eu... Eu já nem isso tenho, 
nunca tive veia de pecador embora a mentira me tenha pregado um golpe à anos atrás quando a ingenuidade e o medo de ser julgado falavam mais alto.
 Posso estar lavado em lágrimas neste momento,
 a sentir o ar frio tocar me no peito quando desejava um abraço de alguém que me amasse,
 mas eu acredito como um louco poeta perdido de amores,
 um romancista à antiga que ainda espera pela sua história de amor marcante,
 aquela que um dia irei contar com uma nostalgia na voz e brilho no olhar.
 Mas nem tudo são rosas neste mar de roseiras cobertas de espinhos,
 onde encontrar alguém que seja puramente belo por dentro e por fora é praticamente uma ilusão,
 mas não consigo... e por mais que me vá abaixo e me sinta derrotado eu quero e continuo a acreditar,
 sei que um dia alguém se vai sentir completo por me ter na sua vida,
 eu tenho tanto para dar, 
tanto amor que guardo cá dentro e que tantos estranham por tal tamanho ter que nas costas dizem que é mentira, que é falso,
 mas como posso eu ser falso em relação ao que sinto se apenas aquilo que quero é fazer alguém feliz e sentir me recompensado por deixar um sorriso na cara de alguém que gosto,
 por sentir que mesmo que por momentos fui útil,
 estive lá, e por mais que saiba que talvez sejam poucos os que fizessem isso por mim não consigo deixar de o fazer,
 pois é nesses momentos que se vê o poder do amor,
 quando o coração se sente quente e ao fim da noite quando fechas os olhos te sentes tão bem que adormeces com um sorriso na cara...
 Chamem me loco, doente... mas tenho sede, tanta sede de amar,
 e tanta mais vontade de te encontrar,
 quem quer que sejas eu espero por ti,
 talvez amanhã, talvez para o ano, talvez um dia...
 Aqui te espero preparado para escrever a nossa história.
 Ainda não te conheci, mas hei de te amar!