1


Nunca pensei que isto me pudesse voltar a acontecer,
passado tanto tempo,
tantos meses a pensar que não merecia mais do que aquilo que dava,
desperdicei palavras,
o meu amor...
o meu fôlego...
em pessoas que nunca mereceram aquilo que sei que tenho para dar,
aquilo que me orgulho de puder dar,
posso não ter rios de dinheiro,
não ter milhares de amigos ao meu lado,
mas sei que tenho um coração do tamanho do mundo,
que ficou esquecido até despertares tudo de bom que existe dentro em mim,
as minhas cores...
o meu sorriso...
o brilho no olhar quando me olhas nos olhos e me sinto quente por dentro,
não esperava nada disto,
depois de tudo o que me tinha acontecido no passado,
quando jurei não mais arriscar,
tu lutaste e batalhaste por mim,
não tenho palavras para descrever e não consigo conter as lágrimas
ao pensar em tudo aquilo que fizeste e fazes por mim,
ali estavas tu quando todas as minhas defesas estavam a rodear me,
amainaste a tempestade de medos que me consumiam,
domaste este meu coração ferido que apenas pedia um pouco de compreensão
um pouco de atenção,
não sei o que fizeste,
acho que viste em mim aquilo que nunca ninguém viu...
não tenho medo de dizer que és a melhor coisa que me aconteceu em toda a minha vida,
tudo aquilo que sempre sonhei,
vejo em ti tudo aquilo que sonhava quando em sofrimento chorava,
por algo que nunca tinha sentido e que tanto ansiava ver retribuído...
mesmo quando sei que estou de costas viradas para o mundo por estar aborrecido ou triste
ali estás tu em silencio a agarrar na minha mão à espera de um sorriso
em troca de um abraço seguido de um beijo só nosso,
nunca te disse o quanto preciso de ti,
o quão difícil é ver te triste ou aborrecido,
não sei porque o faço mas mantenho me firme a teu lado,
apenas sorrio para ti para saberes que está tudo bem e que te quero bem e nada mais que isso...
não esperava nada disto,
agradeço te por tudo,
por me levares a conhecer lugares e sítios que nunca vi,
a partilhar momentos contigo,
a cultivar memorias para a vida que nunca vou esquecer,
agradeço te por estares aqui,
por seres assim...
por gostares de mim...
por puder partilhar o resto da minha vida a teu lado,
cuidar de ti,
amar te,
és e sempre serás o meu tesouro mais precioso...
não tenho mais medo de dizer...
aquilo que te vou sussurrar ao ouvido...



Partilhar

Posted by xXxPePexXx | Posted on 23:23

0


Partilha um pouco de ti, partilharei outro tanto de mim...

Hoje não é um bom dia para sorrir,
hoje sinto me frio,
sou o vento de uma noite de verão,
estou à margem do resto do mundo e não entendo porquê,
tenho mil razões para sorrir neste momento
mas algo me perturba o sono,
tenho medo do futuro,
do desconhecido,
sinto medo de perder as pessoas que amo e voltar de novo a estaca zero,
não quero ser a historia pintada por quem outrora me disse que "nunca serás feliz".

Imagino me numa sala vazia
apenas com uma pequena luz no tecto,
permaneço imóvel naquele silencio macabro,
quem sou eu afinal?
Será que faço assim tanta falta?
Tantas e tantas perguntas...
o medo de não ser perfeito,
o medo de magoar e ser magoado,
não consigo evitar sentir me neste estado de dormência quando todas as vozes se calam
e tudo o que resta é silencio,
passei tanto tempo fechado neste quarto frio a tentar agarrar me ao pouco que tinha,
criei barreiras para me proteger,
foram tantas as noites que lamentei o passado...

Aquilo que outrora foram promessas transformadas em dolorosas magoas,
que calcaram o meu eu.
Que me torturam...
Que me mudaram...
Hoje são evidentes marcas de guerra
de um soldado que tudo deu por amor e reconstruiu
de um pouco de nada que restou do seu coração,
com um pouco de esperança e determinação,
numa vontade de querer acreditar em algo melhor,
num final feliz de uma guerra injusta,
em que por vezes quem ama simplesmente saí a perder.

Não me arrependo de nada do que fiz!
Apenas lamento não ter sido feliz...
De não ter tido forças para ser cruel e vingativo...
De ter sido o mau da fita e não tantas vezes a vitima!
Não ter conseguido evitar o facto de ter passado tanto tempo a curar aquilo que me magoava por dentro que perdi outras tantas oportunidades de sorrir,
isolando me do mundo para não mais sofrer.
Hoje sou aquele que tem medo de ser feliz,
até quando me sinto feliz temo ser uma mera ilusão,
todos os dias são um novo passo para voltar a acreditar,
Lentamente fui saindo desse estado que me matava por dentro,
tentei erguer a cabeça como sempre fiz...
Mas por vezes esqueço me de tudo o que já passei,
esqueço me que tenho tanto ou mais valor que os outros,
penso que tenho que agradar a tudo e a todos sem nada receber em troca,
quando me esqueço de tudo isto...
esqueço me de mim...
esqueço quem sou.