Medo das sombras

Posted by xXxPePexXx | Posted on 22:17

0




Tenho vários medos, alguns mais fortes que outros, uns falam mais alto por vezes, quando sou consumido pelo silencio que me rodeia...aqui estou no meu canto, frágil...vulneravel a tudo, fraco... por vezes não entendo o que se passa dentro de mim quando por vezes me arrependo de certas escolhas que faço, coisas mínimas que passado o seu tempo se revelam ser penosas e esgotantes... por mais que tente, por mais que me esforce por disfarçar a dor que por vezes assombra os meus sonhos... porquê tanto medo? Não consigo arranjar explicação... preciso de amor preciso de amar mas sempre que o tento fazer algo me impede de avançar, algo faz com que a minha cabeça fale mais alto que o meu próprio coração... e não seria de esperar o contrario? Como nos romances cinematográficos onde o amor ultrapassa qualquer barreira, em que o coração leva o ser humano a fazer coisas inimagináveis como num estado de aparente vulnerabilidade fantasiosa em que tudo parece tão perfeito e efémero, em tempos senti me assim mais do que uma vez fechava os olhos e respirava amor, vivia do amor, que dava e tantas vezes não recebia mas aparentemente chegava e por mais errado que estivesse aos olhos do mundo não precisava de cura nem de nada mais, erros talvez... agora sinto me num constante impasse de deixar ou não o que sinto fluir... e por causa do mesmo ganhei uma capacidade inata de perder ou afastar aqueles que me querem... Porquê??? Como posso vencer este medo das sombras do meu passado, os demónios, as feridas, não me posso desculpar pelo meu passado como tantas vezes o digo para mim mesmo mas faz parte de mim... sofri como nunca tinha sofrido na minha vida uma dor que não era visível aos olhos dos outros pois aprendi sempre a esconder as minhas emoções por detrás de um sorriso, tenho medo que pensem que sou fraco, tenho medo de não conseguir, tenho medo de sofrer, de não saber o que esperar do futuro, de cair num abismo de sofrimento do qual rastejei com as poucas forças que sobravam dentro de mim e por fim consegui sair com muito custo, tal feito não quero voltar a experienciar, não quero voltar... quero parar tudo isto e vencer... não posso mais viver assim, quero deixar fluir as minhas emoções que tanto receio tenho em mostrar, não sei se alguém me consegue entender... por vezes nem mesmo eu consigo, e vezes sem conta continuo a matar o meu ser cada vez mais como se sufocasse dentro da minha própria mente e é quando todos viram as costas que o sinto, quando a porta se fecha e o silencio assombra todos os cantos da casa e o único som é o do meu choro sofrido num grito mudo, na tentativa de confortar aquilo que tenho guardado cá dentro... desde criança que faço isto e é horrível... sofro muito sozinho... dificilmente me vêem chorar, opto sempre por me deitar a um canto na escuridão e deixar que as lágrimas levem toda a dor e os medos... por vezes gostava de não ser assim, tento bancar o Durão a todo o custo mas por vezes o que sinto falta é de um carinho de me sentir protegido nos braços de quem gosta de mim, deixar que dominei as minha emoções por alguns momentos, e puder respirar de novo, sem medo, sem sombras.... estou a meia hora a tentar... chorar... embalado pela musica precisava de um ombro amigo mas neste momento é impossível, começo a ver que sempre que me sinto assim é quando não tenho outra alternativa... parece tão fácil escrever tudo o que sinto mas mostra lo é tão mais difícil mais uma vez o medo de aparentar algum tipo de fraqueza... não peço que me entendam apenas que me deixem... até ao dia em que irei perder o medo das minhas sombras...